21.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 12:05 pm

Seis homens são presos suspeitos de participação em onda de ataques em Manaus

Atentados foram registrados na capital e em alguns municípios do interior do Amazonas

POR G1 AM

Seis homens foram presos suspeitos de participação na onda de ataques violentos que acontecem neste domingo (6) em Manaus. O balanço parcial das prisões foi divulgado por volta de 16h30, pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

O secretário da SSP, coronel Louismar Bonates, informou que o efetivo policial foi triplicado em Manaus neste domingo, em razão dos atentados. Viaturas policiais e diversos ônibus foram incendiados. No interior, prédios públicos também foram depredados.

Das seis pessoas detidas até o momento, quatro foram presas no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte, e encaminhados ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Outros dois foram presos na Compensa, Zona Oeste.

A SSP-AM informou que os ataques foram ordenados de dentro de um presídio da capital, e acontecem em represália por conta da morte de um traficante.

Ônibus parados em Manaus

O assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, afirmou que os ônibus do transporte coletivo não voltarão a circular neste domingo (6), por conta dos ataques. Ao menos 14 ônibus foram incendiados desde a madrugada deste domingo na capital.

Os veículos foram recolhidos para as garagens nas primeiras horas da manhã, por volta de 6h40, e deveriam voltar a circular ao meio-dia. Porém, a medida foi suspensa em razão da continuidade dos atos de violência pela capital.

Ataques

Um vídeo obtido pela polícia mostra criminosos ateando fogo ao prédio onde funciona uma estação de ônibus.

“Os ataques foram motivados em função da morte de um traficante. E a inteligência levantou que essa determinação veio de dentro do presídio. Eu quero informar que quem for localizado dando essa ordem, será solicitada a transferência deles para presídio federal”, disse o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Coronel Louismar Bonates, na manhã deste domingo.

 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.