19.3 C
Rio Branco
22 julho, 2021 3:30 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Sextou com festas ‘covid’ em CG-MS levam quatro presos e fecha 45 comércios

Toque de recolher está em vigência e todos devem ficar em casa entre 21h e 5h

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

CAMPO GRANDE (MS) –  O sextou do campo-grandensse começou alto, mesmo ainda estando em plena parte de restrições com toque de recolher em dias de Pandemia da Covid 19. Nos fins de semana a fiscalização até que passou a se ater as ‘festas clandestinas’ dos irresponsáveis de Campo Grande. E já entre está sexta-feira e sábado (26) encontrou cerca de 300 pessoas em aglomerações, em ao menos quatro festas, que levaram quatro realizadores das mesmas, presos. Houve ainda o fechamento de 45 comércios ante 142 denúncias.

O último fim de semana teve um balanço total de 709 comércios fiscalizados com 17 interditados em CG-MS , durante abordagens da Guarda Civil Metropolitana da Capital.

Hoje, já houve os detidos pela GCM, que também determinou o fechamento de 45 estabelecimentos durante o toque de recolher em vigor, imposto via decreto, que está em vigência entre às 21h e 5h do dia seguinte. Na ação, as quatro pessoas foram levadas para a Polícia Civil por realizarem  as festanças proibidas.

De acordo com o relatório da Guarda, divulgado nesta manhã, houve fiscalização em duas festas clandestinas. A maior em uma tabacaria, na Avenida Fabio Zahran, região da Vila Carvalho, com aproximadamente 200 pessoas, fechada por volta da 00h20 deste sábado, após denúncia de vizinhos do local. Foram presos os donos e o responsável pelos narguilés. Todos foram levados para delegacia e autuados por infração da medida sanitária. O estabelecimento foi lacrado pela vigilância sanitária.

Pela cidade

Uma outra festa ilegal foi flagrada no Jardim Pênfigo e o responsável, também, foi conduzido para a delegacia. Outras festa não tiveram localização apontadas pela GCM.

De acordo com a GCM, a corporação recebeu 142 denúncias em relação ao descumprimento do decreto municipal. Durante o período foram 45 estabelecimentos fiscalizados, sendo que em todos os proprietários foram orientados, se hoje voltarem a infringir a Lei, casas serão interditadas.

Os guardas também pegaram ao menos 128 pessoas flagradas descumprindo o toque de recolher, pelas ruas ou mais especificamente nos comércios fiscalizados.

Em blitz de trânsito, 135 testes de bafômetro foram realizados e 12 motoristas se recusaram a fazer o etilômetro, sendo encaminhados a delegacia.

 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.