15.3 C
Rio Branco
30 julho 2021 2:59 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Solenidade de entrega de máquinas teve de tudo, de protesto até abraço entre Gladson e Rocha

POR THIAGO CABRAL, DO CONTILNET

Ensinando

O PDT do Acre vai promover entre os dias 2, 3 e 4 de julho um curso de formação política para os filiados e simpatizantes da sigla brizolista. Entre os diversos mediadores confirmados para o evento, o destaque fica para a promotora de Justiça Alessandra Marques e para o delegado e ex-secretário de Segurança Pública no governo Tião Viana, Emylson Farias, que disputou as últimas eleições para o governo do estado ao lado Marcus Alexandre, pelo próprio PDT.

Paradoxo

Os cursos de formação política são importantes instrumentos de aprendizado, sobretudo para os partidos de esquerda e de centro, para dar suprimentos ideológicos aos seus militantes. Com o inchaço dos partidos, decorrente de anos eleitorais, esses cursos são ainda mais necessários. Um partido como o próprio PDT, por exemplo, que tem Leonel Brizola como principal ícone, e tem hoje a figura de Ciro Gomes como grande expoente do partido, seria extremamente paradoxal ter bolsonaristas em sua militância. E a formação serve pra isso, separar o joio do trigo.

Juventude

Jovens e com campanhas bonitas e propositivas, Richard Brilhante (PDT), Lucas Matos (PDT) e Naluy (PCdoB) foram gratas surpresas na eleição passada. Encarando pela primeira vez um pleito eleitoral, conseguiram bons resultados nas urnas, apesar de não conseguirem se eleger. O primeiro obteve 1.984 votos, o segundo 1.283 votos, e a terceira 965 votos. O trio, agora mais experiente, tem bastante potencial para o futuro, futuro esse que passa por 2022. São nomes importantes para a composição de chapas fortes em seus partidos.

Promessa cumprida

Mazinho Serafim (MDB) prometeu e cumpriu. O prefeito de Sena Madureira, disse, na semana passada, que ia levar 200 produtores rurais até Rio Branco para protestar contra o governador Gladson Cameli durante a cerimônia de entrega de máquinas pesadas para o Deracre. Apesar de longe do quantitativo prometido por Mazinho, os poucos que foram fizeram barulho. Com cartazes, os manifestantes pediram que o governador Gladson Cameli (Progressistas) não retire o maquinário do município.

Respondeu

Em seu discurso, o governador disse que não adianta os adversários fazerem “politicagem” em cima da entrega das máquinas. Gladson disse ainda que ele vai até o município de Sena Madureira não só com as máquinas, mas também com quilômetros de ramais entregues.

Free hugs

Durante a entrega do maquinário ocorrido na manhã de hoje, outra cena chamou atenção: a presença do vice-governador, Major Rocha, e do senador Sérgio Petecão (PSD) ao lado de Gladson na cerimônia. E teve até abraço entre em Gladson e Rocha, desafeto declarado do governador. Já com Petecão o clima foi mais formal, apenas um aperto de mão e um tapinha nas costas.

Novo secretário

Foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (28) a nomeação de Cirleudo Alencar de Lima como novo secretário de Infraestrutura do Acre. Cirleudo entra no lugar Ítalo Cesar de Medeiros, que foi nomeado secretário adjunto de Assuntos Governamentais. O novo secretário já trabalhou no planejamento da prefeitura de Sena Madureira no primeiro mandato do prefeito Mazinho Serafim (MDB). A nomeação – por enquanto – é interina.

Motivo

Apesar do motivo da mudança não ter sido explanado, fontes palacianas dizem que nos últimos dias o ex-secretário vinha sendo cobrado pelo governo a dar celeridade no andamento de projetos e obras. Porém, a ida de Ítalo para a Secretária de Assuntos Governamentais pode ser estratégica, já que vai atuar ao lado de Alysson Bestene, articulador político de Gladson.

De volta

Com a ida de Bestene para a Secretaria de Assuntos Governamentais, Moisés Diniz sai de lá e vai para a Secretaria de Educação, atuar ao lado de Socorro Neri, como secretário adjunto da pasta. Moisés, inclusive, está de volta a pasta e ao cargo que ocupou durante parte do governo Gladson.

Surpresa

A outra mudança do dia ocorreu na Secretaria de Saúde do Acre. A saída de Alysson Bestene da Sesacre, publicada hoje no Diário Oficial, não era surpresa pra ninguém, porém, o que chamou a atenção foi a nomeação de Muana da Costa Araújo como secretária, mesmo que de forma interina. O governador Gladson Cameli já havia dito, em mais de uma oportunidade, que quem substituiria Bestene seria a médica Paula Mariano, e Muana seria sua secretária adjunta. Alguma coisa não saiu como o esperado.

CPI da vacina

Apesar do avanço na imunização da população, a vereadora Michelle Melo (PDT) propôs a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da vacinação em Rio Branco. A vereadora usou a rede social Twitter para fazer a proposta: “A gente poderia pedir a CPI da vacinação aqui em Rio Branco… o que vocês me dizem?!”, escreveu. Pelo menos na enquete o sim tá ganhando de lavada, com 95% dos votos, contra 5% dos que acham desnecessária uma CPI sobre o tema.

Diversidade

No Dia Internacional do Orgulho LGBTQI+, comemorado hoje, diversos parlamentares acreanos saíram em defesa da causa. Edvaldo Magalhães, Michelle Melo, Perpétua Almeida e Léo de Brito usaram as redes sociais para prestar homenagens e falar da luta em defesa de direitos para a comunidade.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.