19.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 8:40 pm

Surpresa na Série B, Brusque emplaca início com 100% em torneio de cinco campeões brasileiros

Quadricolor lidera Segundona à frente de Botafogo, Cruzeiro e Vasco, favoritos ao acesso

POR GE

Com o triunfo diante do Avaí no último domingo, em Florianópolis, por 2 a 1, o Brusque chegou aos nove pontos e segue firme no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

O início do caçula da competição deste ano contrasta com o aproveitamento do quinteto composto por Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Guarani e Vasco. Na temporada atual, a segunda divisão reúne o maior número de campeões da Série A em uma única edição, com cinco no total.

Do seleto grupo, apenas o Botafogo faz companhia ao Brusque no grupo dos quatro melhores, com sete pontos somados. Guarani, Coritiba e Vasco vêm na sequência, com quatro, enquanto o Cruzeiro ocupa a vice-lanterna e tem um único ponto conquistado.

A equipe do Vale do Itajaí estreou com vitória sobre a Ponte Preta, no estádio Augusto Bauer. Na sequência, bateu o Londrina, no Paraná, e venceu o Avaí, na Ressacada. Com 100%, lidera a disputa ao lado do Náutico, que leva vantagem no saldo de gols.

Pouco conhecido no cenário nacional, o Brusque é comandado pelo jovem Jerson Testoni, que ostenta um trabalho de 1 ano e oito meses, o mais longevo à frente de uma equipe brasileira, considerando apenas os clubes que disputam as Séries A ou B em 2021.

Testoni foi efetivado como treinador em outubro de 2019. No período, conquistou o acesso para a Série B (2020), além dos títulos da Copa Santa Catarina (2019) e da Recopa Catarinense (2020). No ano passado, levou o Brusque à final do Campeonato Catarinense, mas foi superado pela Chapecoense na decisão.

Artilheiro em alta

O início positivo da equipe catarinense coincide com o retorno do atacante Edu, artilheiro da competição com três gols ao lado de Hyuri, do CRB.

Em agosto de 2020, na estreia do time na Série C, ele sofreu grave lesão no joelho e ficou fora da campanha do acesso à Série B para tratamento.

Nove meses depois, retornou com chave de ouro e comandou a vitória sobre a a Ponte Preta, no estádio Augusto Bauer. Dos cinco gols marcados pela equipe na competição, três foram anotados pelo jogador.

— Claro que isso não vai subir para a nossa cabeça, não vai mudar nada do que a gente vem fazendo, continuamos com os pés no chão, lutando muito, correndo, trabalhando jogo a jogo pelo nosso objetivo — disse o atacante.

O Quadricolor volta a campo no sábado, contra o Vitória, fora de casa, às 19h (de Brasília), pela quinta rodada. O jogo da quarta rodada, diante do Coritiba, no Augusto Bauer, foi adiado e ainda está sem data definida.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.