21.3 C
Rio Branco
30 julho 2021 9:28 pm

Acre registra 120 focos de queimadas no primeiro semestre de 2021

Cruzeiro do Sul e Feijó apresentaram maiores números de focos acumulados nesse período segundo CBMAC

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, PARA CONTILNET

O primeiro semestre do ano na região amazônica não é caracterizado por grandes queimadas, mas há incidência de focos em todo estado. De acordo com os dados do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), o Acre registrou 120 focos de queimadas no período entre janeiro e o início de julho.

Em relação ao ano anterior, nesse mesmo período, houve uma queda nos números. Em 2020, os dados apontam 142 ocorrências com queimadas no Estado do Acre, com maiores incidências para o município de Rodrigues Alves, com 19 focos e para Tarauacá, com 18.

O Corpo de Bombeiros do Acre utiliza o Satélite AQUA como referência para obter esses dados. Segundo o AQUA, os municípios com menos ocorrências em 2021 são Manoel Urbano e Porto Walter com 1 foco de queimada.

Para contatar o Corpo de Bombeiros, é necessário discar o 193, e através desse canal, é possível denunciar ou fazer chamados. De acordo com o CBMAC, em 2021 foram registrados 972 acionamentos, e nesse mesmo período do ano em 2020, os registros apontam 1720 acionamentos para a equipe em todo Acre, geralmente em áreas mais urbanas.

Redução nos números

Em maio, o CBMAC lançou a Operação Fogo Controlado, com o objetivo de fiscalizar, controlar e prevenir as queimadas. A ação é realizada em parceria com órgãos na área do meio ambiente, como a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), Ministério Público do Acre, Defesa Civil Municipal e Estadual e a Polícia Ambiental (PMAC).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.