30.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 5:52 pm

Acusado de matar a esposa a facadas na frente da filha continua foragido em Cruzeiro do Sul

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

O homem que matou a ex-companheira Eduarda da Cruz Silva, 27 anos, em Cruzeiro do Sul, no último domingo (18), não havia sido preso até o fechamento desta reportagem às 15 horas desta segunda-feira (19). Embora identificado, com suas fotografias espalhadas por redes sociais e por várias regiões do Vale do Juruá, o acusado, identificado como Paulo de Castro Ferreira, não foi localizado, informou o delegado de polícia em Cruzeiro do Sul Rômulo Carvalho.

A cidade de Cruzeiro do Sul e toda a região do Vale do Juruá amanheceram esta segunda-feira chocadas com a torpeza do crime. De acordo com a polícia, a vítima estava fazendo comida para a filha, de dois anos, quando o ex-companheiro chegou em sua residência. Iniciaram uma discussão e Paulo de Castro se apossou de uma faca e desferiu sete facadas no corpo da vítima, na frente da filha do casal.

A Polícia Civil realiza buscas para prender o assassino, o qual está evadido na zona rural de Cruzeiro do Sul, informou o delegado. “Nossos agentes estão em campo para buscar localizar este homem que ceifou a vida desta jovem na frente de suas filhas”, disse o delegado, ao pedir ajuda da população sobre o paradeiro do acusado. Informações podem ser fornecidas para a Delegacia da Mulher, no número de telefone (68) 3322-2437. “A idade de quem informar será mantida em sigilo”, disse o delegado.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.