41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 1:46 pm

Além de luta pela guarda da filha mais velha, influencer do AC quer reconhecimento de paternidade da filha mais nova

Ao passo que explica a necessidade de a filha mais nova ter o direito à pensão, Ludmilla Cavalcante também continua com o objetivo de recuperar a guarda de Antonella que está com o pai há 10 meses

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 27/07/2021 17:18

Ao mesmo tempo em que a influenciadora acreana Ludmilla Cavalcante luta pela guarda da filha mais velha Antonella, que está longe da mãe há mais de 10 meses, a jovem tenta o reconhecimento da paternidade da filha mais nova, Catarina, que ainda não recebe pensão alimentícia do mesmo pai.

Segundo relatos da influencer nas redes sociais, o caso da pensão provisória foi indeferido pois não houveram convencimentos de que sua filha mais nova era, de fato, filha do pai (que é o mesmo de Antonella). O trecho do processo, escrito nos stories pela digital influencer, diz que “não estando convencido da existência de indícios acerca da paternidade alegada, indefiro o arbitramento de alimentos provisórios”.

Foto: Reprodução

Ainda segundo Cavalcante, não vai haver audiência de reconciliação pelo fato de o pai ter recusado de fazer o teste de DNA, e pede intervenção do Ministério Público do Acre (MPAC) no caso. “Vamos recorrer da pensão porque até que aconteça esse ‘rolê’ inteiro do processo, vai demorar mais de um ano, pode ter certeza, e ela (Catarina) tem direito aos alimentos dela. Quais são as outras provas que eles precisam?”, comentou.

Enquanto o caso caminha na Justiça, a mãe ainda enfrenta a batalha por Antonella. Através da hashtag #JustiçaPorAntonella, internautas do Acre tentam ajudá-la para que o caso ganhe maior visibilidade. “Eu fui enganada”, diz em vídeo ao esclarecer que permitiu a viagem da filha apenas até o momento em que desse à luz a Catarina.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.