19.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 8:43 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Carro invade calçada e atropela duas meninas de 5 e 8 anos em Manaus

POR G1 A

Duas crianças, uma de 8 e outra de 5 anos, ficaram feridas após serem atropeladas por um carro que invadiu uma calçada na Rua Adaílson Lopes, no Santa Etelvina, em Manaus, na tarde de quinta-feira (1º). Dois homens estavam no veículo e foram embora antes da chegada das equipes de socorro. O acidente foi flagrado por uma câmera de segurança.

O vídeo mostra que as crianças brincavam na calçada, quando o carro veio em alta velocidade, invadiu a calçada e as atingiu. Elas foram arrastadas e o veículo só parou após derrubar uma árvore e bater em uma motocicleta.

Duas crianças ficaram feridas, sendo que uma das vítimas foi resgatada embaixo do carro. Outras duas crianças que estavam no local conseguiram escapar ilesas. Após o atropelamento, os dois homens saltam pela janela da porta ao lado do passageiro e se juntam ao grupo de moradores.

As crianças foram socorridas pelo Samu e levadas para o Hospital da Criança da Zona Leste, o Joãozinho. Segundo o mestre de obras, a menina de 8 anos quebrou as duas pernas. A outra, de 5 anos, quebrou o pé.

Pai da menina de 8 anos e avô da de 5 anos, o mestre de obras José Pedroso, de 48 anos, falou com o G1. Ele voltava do trabalho quando recebeu a notícia.

Eles não prestaram auxílio algum. Quando aconteceu, eles desceram do carro e estavam mais preocupados com o carro do que com as crianças que estavam embaixo. Ele ainda discutiu com a minha filha e depois foi embora”, relatou.

De acordo com o relato do mestre de obras, um dos homens já morou na mesma rua.

“Eles fugiram e foram pegos no Igarapé do Passarinho. A população se revoltou com a história e capturou os dois. Aí eles foram levados para o 6º DIP. O que revolta é eles terem fugido. As pessoas conheciam eles aqui. Não tinha porque eles terem fugido. Ninguém ia fazer nada contra eles”, contou.

Ainda segundo o mestre de obras, uma das crianças já teve alta e deve continuar o acompanhamento em casa. Já a outra permanece internada.

Segundo a polícia Civil, o motorista pagou fiança no valor de R$ 1 mil e foi liberado para responder pelo crime em liberdade.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.