26.3 C
Rio Branco
30 julho 2021 2:34 pm

Em um ano, dois policiais no Acre foram mortos por confronto fora do serviço

Para ambos os anos, as taxas de policiais mortos foram calculadas a partir dos efetivos da ativa informados à Pesquisa Perfil das Instituições de Segurança Pública

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O país inteiro registrou entre os anos de 2019 e 2020 centenas de mortes de policias civis e militares durante o exercício da função e fora dele.

O Acre, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (15), registrou um caso em 2019 e outro em 2020 de morte em confronto ou por lesão não natural fora de serviço.

Os maiores percentuais de mortes entre agentes civis e militares, durante o período, foram registrados no Pará, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro – o último com 25 óbitos em 2019 e 27 em 2020 -, em casos de confronto em serviço e fora dele.

Para ambos os anos, as taxas de policiais mortos foram calculadas a partir dos efetivos da ativa informados à Pesquisa Perfil das Instituições de Segurança Pública, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, ano-base 2019, último dado disponível.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.