21.3 C
Rio Branco
23 julho, 2021 8:47 am

Ex-capa da Playboy é presa por tráfico de drogas e condenada a oito anos de reclusão

Flávia Tamayo já atuou em filmes pornográficos e era conhecida como Pâmela Pantera

POR UOL

Ex-capa da revista Playboy, Flávia Bernardes Tamaio, conhecida como Flávia Tamayo e Pâmela Pantera, foi presa e condenada há oito anos de reclusão em regime semiaberto. Ela poderá recorrer em liberdade. De acordo o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios – MPDFT, a modelo e Carlos Alberto Rivetii se associaram para a prática de tráfico de drogas no período de janeiro de 2018 a agosto de 2020.

Além de capa da revista masculina, ela já atuou em filmes pornográficos e era garota de programa.  De acordo com as investigações, Carlos fornecia drogas à Flávia, para que ela vendesse para os seus clientes durante os encontros sexuais. Segundo o Tribunal de Justiça do Distrito Federal, os dois atuavam “de forma habitual, permanente e organizada, o que incluía divisão funcional de tarefas”.

“Nesse contexto, a palavra das testemunhas policiais, aliada à apreensão do entorpecente em local vinculada à ré, bem como ao teor das conversas travadas pelos acusados, destacando-se as circunstâncias do caso, em que há fortes relatos de que a acusada oferecia serviços sexuais, juntamente com drogas, a seus clientes, permite concluir, à míngua de qualquer dúvida, terem os acusados praticado os delitos de tráfico e associação ora analisados”, destacou o juiz na sentença.

Leia a matéria completa em UOL, clique AQUI!

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.