24.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 9:36 pm

Gladson diz que é contra valor aprovado no fundão eleitoral: “Temos outras prioridades”

"O valor deve ser mínimo e não exorbitante como esse aprovado na LDO", destacou

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 29/07/2021 17:22

Em entrevista exclusiva ao ContilNet, o governador Gladson Cameli disse nesta quinta-feira (29) que é contra a aprovação do fundão eleitoral no valor de R$ 5,7 bilhões, previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2022.

O projeto passou pelo Congresso Nacional e está nas mãos do presidente Jair Bolsonaro, que disse na última semana que vai vetá-lo, mesmo concordando em deixar o valor na casa dos R$ 4 bilhões – quase R$ 2 bi a mais do que o disponível nas últimas eleições.

“Acho desnecessário aprovar esse valor quando temos tantas outras prioridades no Brasil, como as consequências de uma pandemia, Educação e Saúde, por exemplo”, disse o presidente.

Gladson não discorda de um “valor mínimo” destinado ao financiamento de partidos e candidaturas, mas considera que os parlamentares devem se preocupar com outras coisas.

“O valor deve ser mínimo e não exorbitante como esse aprovado na LDO”, finalizou.

Nesta semana, o futuro adversário de Gladson nas eleições de 2022 para o governo, o senador Sérgio Petecão disse que não é contra o fundão e que, por não ser empresário e não ter amigos ricos, precisa do fundo.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.