25.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 12:00 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Homem é morto a tiros dentro de carro; policial é suspeito

Versões apresentadas à polícia pelas testemunhas são diferentes. Uma delas aponta o envolvimento de um policial militar na morte

POR G1 AM

Um homem de 20 anos foi morto a tiros na madrugada deste sábado (03) enquanto retornava de uma festa com outras duas pessoas, na Avenida André Araújo, Zona Sul de Manaus. As versões apresentadas à polícia pelas testemunhas são diferentes, uma delas aponta o envolvimento de um policial militar na morte.

Em nota, a Polícia Militar informou que o policial foi afastado imediatamente de suas funções, responderá um procedimento administrativo instaurado pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) da corporação, e a partir de agora ficará à disposição da justiça.

Segundo a versão contada pelo policial militar, de 33 anos que dirigia o carro em que os três estavam no momento do crime, eles se envolveram em uma discussão no trânsito após terem sido fechados por outro veículo.

Ainda conforme a versão do PM, o motorista desse outro carro efetuou vários disparos, atingindo o jovem. O policial revidou, mas perdeu o controle do carro e colidiu em um terceiro veículo, enquanto o autor dos disparos que atingiram a vítima, fugiu em alta velocidade.

Na versão apontada pela outra testemunha, uma mulher que pediu para não ter a identidade revelada, foi o próprio policial quem efetuou os disparos contra a vítima. Segundo ela, os dois homens começaram a discutir ainda na festa em que estavam, em uma boate na Cachoeirinha, também na Zona Sul.

A discussão continuou enquanto eles retornavam para casa e, em um momento de raiva, o policial militar sacou a arma e atirou contra a vítima. Os disparos atingiram o pescoço do jovem. Logo após efetuar os disparos, o policial se arrependeu e tentou levá-lo a um pronto-socorro, mas acabou colidindo com outro veículo que estava estacionado em um centro comercial.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas constatou que o jovem morreu na hora.

A ocorrência foi atendida por policiais da 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). As duas testemunhas foram encaminhadas ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde devem prestar depoimento ainda neste sábado.

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.