26.3 C
Rio Branco
23 setembro 2021 1:34 am

Homem que matou esposa a facadas na frente da filha de 2 anos no AC pode ter sido morto por ‘justiceiros’

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 27/07/2021 12:20

A policia de Cruzeiro do Sul (AC) acredita que o ex-presidiário Paulo de Castro, acusado de matar a esposa na frente da filha do casal, de apenas 2 anos de idade, tenha sido capturado, executado a facadas e o corpo jogado no rio.

O delegado Rômulo Carvalho, responsável pelo caso, recebeu um vídeo que mostra um homem amarrado na proa de uma embarcação no Rio Juruá. O irmão de Paulo o teria reconhecido na gravação e a própria família dele acredita que ele tenha torturado e que seu corpo foi jogado no rio.

A policia já identificou a embarcação onde o vídeo foi gravado e encontrou sangue no piso. Amostras foram recolhidas para exames.

O crime

O crime ocorreu no dia 18 de junho, em Cruzeiro do Sul. De acordo com a polícia, a vítima, Eduarda da Cruz Silva, de 27 anos, estava junto com o acusado na casa da vizinha, fazendo comida para a filha do casal, de dois anos, quando o ex-companheiro chegou e eles inciaram uma discussão. Paulo de Castro teria se apossado de uma faca e desferiu sete facadas no corpo da vítima, na frente da criança e da vizinha.

A dona da casa onde aconteceu o crime informou à polícia que enquanto fazia a comida, ela ouvia xingamentos do marido e então, o homem saiu e voltou com uma faca, desferindo vários golpes no tórax da vítima, sem que ela tivesse chance de defesa.

Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito fugiu após cometer o crime.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.