24.3 C
Rio Branco
27 julho, 2021 11:37 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

IML identifica dois dos quatro corpos carbonizados em colisão entre ônibus e caminhão-tanque na BR-364

Veículos explodiram após colisão em Itapuã do Oeste (RO); ônibus havia saído de Buritis. Outros dois corpos passarão por exame de DNA antes de serem liberados, segundo Sesau

POR G1

Dois dos quatro corpos carbonizados na explosão entre um ônibus e um caminhão-tanque, na BR-364,, foram identificados pelo Instituto Médico Legal (IML) nesta quarta-feira (14).

As duas vítimas identificadas são:

  • Élcio Ferreira Jordão
  • Olga Shultz Cruz

Élcio era o motorista do ônibus, que havia saído de Buritis (RO) para levar pacientes até hospitais de Porto Velho, onde fariam tratamento.

Já Olga era acompanhante de um paciente que iria ser atendido no Hospital Santa Marcelina, na capital.

Os corpos das outras duas vítimas carbonizadas no acidente serão liberados após a realização do exame de DNA. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) disse que familiares já estão sendo encaminhados de Buritis para porto velho, para que seja coletado material para a realização do exame.

Enterro das vítimas

 

Corpos de Olga e Élcio foram liberados do IML em Porto Velho — Foto: Elaine Santos/Arquivo pessoal
Corpos de Olga e Élcio foram liberados do IML em Porto Velho — Foto: Elaine Santos/Arquivo pessoal

O corpo do motorista Élcio, que era servidor da Secretaria de Saúde de Buritis, foi liberado no fim da manhã desta quarta-feira e será transladado para Rolim de Moura, onde será sepultado.

Já o corpo de Olga Shultz Cruz foi levado para Buritis, cidade onde morava, e será velado na igreja Luterana e depois sepultado no cemitério municipal da cidade.

Colisão com explosão

A colisão entre o ônibus de passageiros e um caminhão-tanque aconteceu na BR-364, na terça-feira (13), perto de Itapuã do Oeste, a cerca de 100 quilômetros da área urbana de Porto Velho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois veículos se chocaram de frente e acredita-se que um dos motoristas possa ter dormido ao volante, pois ainda era madrugada no momento do acidente.

O condutor do ônibus, identificado como Élcio Ferreira Jordão, morreu carbonizado na hora. Já o motorista do caminhão-tanque foi retirado da cabine por uma testemunha que passava pela rodovia.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.