35.3 C
Rio Branco
14 setembro 2021 3:39 pm

Novo escândalo: mais um secretário de Bocalom é acusado de assédio e caso vai parar na delegacia

Desta vez é seu secretário de Comunicação, Ailton Oliveira, quem está no olho do furacão

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 28/07/2021 14:05

Menos de um mês após o primeiro grande escândalo de sua gestão, quando seu secretário de Saúde, Frank Lima, foi acusado de assédio sexual, o prefeito de Rio Branco Tião Bocalom enfrenta mais uma denuncia de assédio no seu alto escalão.

Desta vez é seu secretário de Comunicação, Ailton Oliveira, quem está no olho do furacão. A jornalista Katiussi Melo que foi nomeada ainda em janeiro, no início do mandato do prefeito, como assessora de imprensa da Fundação Garibaldi Brasil (FGB) e Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, foi exonerada nesta quarta-feira (28) e acusa Oliveira de assédio moral.

Katiussi foi à delegacia de Polícia Civil ainda na manhã desta quarta onde registrou um boletim de ocorrências. No boletim enviado pela jornalista ao ContilNet, ela relata que foi cedida à pedido do próprio secretário para a diretoria de comunicação da prefeitura há cerca de um mês e desde então, começaram os assédios, diz.

Katiussi registrou um boletim de ocorrências na delegacia e formalizou denuncia no MPT/Foto: cedida

Ela relata que Ailton Oliveira gritava com ela, ignorava seus textos jornalísticos, e que se ela não concordasse, pedisse exoneração. Katiussi atribui as atitudes do secretário à ‘ciúmes’, já que o prefeito gostava de seu trabalho.

A jornalista afirma que não foi avisada de sua exoneração e foi surpreendida com a publicação no Diário Oficial nesta manhã.

Além do boletim registrado na polícia, Katiussi também formalizou uma denuncia no Ministério do Trabalho.

Procurado por nossa reportagem, Ailton Oliveira nega as acusações e diz que Katiussi terá que provar na Justiça. Sobre sua exoneração, ele afirma que a jornalista não atendeu as expectativas. “Esteve conosco na comunicação, mas não correspondeu com as expectativas! Foi então devolvida para a Fundação e exonerada”, finaliza.

Sobre a insatisfação do secretário, Katiussi diz que outras secretarias do município haviam gostado de sua atuação e haviam inclusive enviado ofícios para Ailton pedindo que ela fosse cedida e nenhum foi atendido.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.