25.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 10:18 am

“PEC do Pazuello”, de autoria de Perpétua Almeida, pode ser protocolada nesta quarta-feira

Proposta de Perpetua Almeida avança na Câmara com 181 assinaturas

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Com dez assinaturas a mais que as 171 necessárias para a apresentação de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional), a deputada federal Perpetua Almeida (PCdoB) segue em Brasília com a ideia de impedir que militares da ativa participem da administração em funções civis. Além do apoio de 181 deputados para que a PEC possa ser apresentada e tramitar, a ideia de Perpetua Almeida recebeu a adesão do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que é general da reserva do Exército.

A PEC de Perpétua Almeida está relacionada principalmente ao general da ativa Eduardo Pazuello, cuja passagem pelo Ministério da Saúde foi considerada desastrosa, principalmente na gestão da pandemia.

Perpétua Almeida diz que protocola a proposta na Câmara nesta quarta-feira (14). Segundo ela, todos os partidos com assento na Câmara, a exceção do PSC, subscreveram a proposta. A proposta passou a ser conhecida como a ” PEC do Pazuello”.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.