32.3 C
Rio Branco
4 agosto 2021 2:45 pm

Perfil definido! Flamengo vai atrás de “atletas que resolvam”, diz Braz

Vice-presidente de futebol adota cautela quanto aos reforços e destaca dificuldades decorrentes da pandemia da Covid-19

POR IG

Em meio à maratona de jogos por três competições, o Flamengo se movimenta nos bastidores para reforçar o elenco no restante da temporada.

As negociações, no entanto, não são simples e obrigam os dirigentes a adotarem um tom de cautela.

Em conversa com a imprensa após a goleada sobre o Bahia, no domingo, o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, avaliou a procura por reforços e ressaltou as dificuldades trazidas pela pandemia.

– O torcedor tem que entender que a gente tem as dificuldades apresentadas pela pandemia. A gente continua tentando trazer os reforços dos níveis que a gente sempre trouxe, mas com algumas dificuldades que não tínhamos em outras épocas -, disse antes de completar:

– Pretendemos trazer atletas que resolvam, senão, vamos com o que temos. Temos que ter paciência. Se tiver que mudar de rumo para outro atleta, vamos fazer. Já conversamos com o Renato e ele entendeu.

O Flamengo atualmente tem duas negociações em curso: Thiago Mendes, do Lyon, e Kenedy, do Chelsea. O Rubro-Negro conta com a vontade dos atletas e agora busca chegar a um acordo com os clubes detentores dos direitos.

O modelo de negócio também é o mesmo: empréstimo de um ano, com opção ou obrigação de compra.
– O torcedor tem que entender que a gente tem as dificuldades apresentadas pela pandemia.
A gente continua tentando trazer os reforços dos níveis que a gente sempre trouxe, mas com algumas dificuldades que não tínhamos em outras épocas -, disse antes de completar:

– Pretendemos trazer atletas que resolvam, senão, vamos com o que temos. Temos que ter paciência. Se tiver que mudar de rumo para outro atleta, vamos fazer. Já conversamos com o Renato e ele entendeu.

O Flamengo atualmente tem duas negociações em curso: Thiago Mendes, do Lyon, e Kenedy, do Chelsea.

O Rubro-Negro conta com a vontade dos atletas e agora busca chegar a um acordo com os clubes detentores dos direitos. O modelo de negócio também é o mesmo: empréstimo de um ano, com opção ou obrigação de compra.
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.