34.3 C
Rio Branco
26 setembro 2021 2:00 pm

Rio cria comitê para combater violência política contra mulheres

Projeto conta com a participação de 13 instituições

POR AGÊNCIA BRASIL

Última atualização em 24/07/2021 20:36

Combater o racismo e conscientizar a população sobre o papel transformador das mulheres negras na sociedade.

Este é o objetivo do Comitê Marielle Franco de Proteção e Enfrentamento à Violência Política Contra as Mulheres. Criado neste sábado (24) pela prefeitura do Rio, o projeto conta com a participação de 13 instituições, entre elas a Câmara Municipal do Rio de Janeiro, casa que Marielle integrava como parlamentar quando foi assassinada em 14 de março de 2018.

A vereadora Monica Benício (Psol), companheira de Marielle Franco na época em que ela foi assassinada, disse que a criação do comitê é carregada de simbolismo e resistência e que é muito importante que as mulheres sigam na luta conquistando e resistindo.

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara do Rio, Teresa Bergher (Cidadania), disse que as mulheres representam 54% da população da capital fluminense – 46% delas são negras.

O evento faz parte da agenda Mês das Pretas, em comemoração ao Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, lembrado neste domingo (25).

* Com informações da Agência Brasil.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.