17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 7:27 am

Rondônia: falsa médica é flagrada trabalhando no combate à pandemia

A mulher foi presa depois de uma fiscalização de rotina realizada pelo Conselho Regional de Medicina

POR METRÓPOLES

Uma mulher que se passava por médica foi presa na última sexta-feira (16/7) em Porto Velho, capital de Rondônia, depois de o Conselho Regional de Medicina (Cremero) realizar uma fiscalização de rotina.

De acordo com o portal Rondoniagora, a mulher, que foi contratada pelo governo de maneira emergencial, estava trabalhando na linha de frente de combate à pandemia, na ala semi-intensiva do Hospital de Campanha da Zona Lesta (Cero).

Fernando Máximo, secretário de Saúde, afirmou em coletiva que a mulher recebeu o salário de um mês e usava o registro de uma médica da Bahia. Ela trabalhou do dia 17 de abril até o último dia 18, quando foi descoberta.

A falsa médica, que não teve sua identidade revelada, chegou a cursar faculdade de Medicina, mas não concluiu curso e ainda tentou fazer residência médica.

A mulher apresentou uma declaração falsa de conclusão de curso para conseguir o emprego. De acordo com o documento, ela concluiu o curso em uma faculdade na qual nunca estudou e ainda tinha o registro falso do conselho.

Apesar de ter sido presa, a acusada já foi solta e proibida de entrar em hospitais no estado e de sair de Rondônia sem autorização.

Ela vai responder pelos crimes de estelionato e uso de documento falso, além do exercício ilegal da profissão, que, segundo o delegado do Núcleo de Combate às Defraudações, Swami Otto, é contravenção penal.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.