17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 6:23 am

Travesti acreana arrecada dinheiro na internet para conseguir mudar o nome

POR DOUGLAS RICHER, DO CONTILNET

A reprodução dessa coluna fica proibida sem os créditos do colunista e site. A cópia desse conteúdo sem autorização gera processos judiciais.

Siga meu Instagram e veja mais conteúdos: @douglasricher

Por meio do Instagram, a travesti e ativista acreana Brenn Souza, comemorou o início da sua tão sonhada mudança de nome em seus documentos pessoais.

Brenn recorreu a uma ‘vakinha virtual’ para custear o processo de retificação de nome e gênero. Em menos de 24h, o valor que a acreana necessitava já tinha sido ultrapassado.

Visivelmente emocionada, a acreana que compartilhou em seus stories o momento que a meta foi alcançada, agradecendo a todos envolvidos na conquista. “Ainda estou digerindo que a meta foi batida, foi ultrapassada em menos de 24h. Agora é partir para o ataque, porque agora a próxima fotinha que ela vai postar no feed vai ser ela muita pomposa, muito bela, com a certidão de nascimento, Brenn Correia de Souza, travesti, acreana, finíssima, retificada”, comentou.

Em entrevista para o ContilNet, Brenn comenta sobre o apoio de amigos e seguidores no processo: “Eu acredito que quando a gente tem uma rede apoio, devemos recorrer a ela. Principalmente quando é voltado para algo tão necessário é importante como a retificação.

Brenn confessou a esse colunista que ainda não caiu a ficha da realização de algo tão importante na sua vida:” Ainda não estou acreditando. Parece que estou vivendo num sonhos”.

Veja o vídeo:

Nascida no Acre, Brenn hoje reside em Mosorró – RN, onde inicia o processo com custo maior devido sua naturalidade acreana. Em seus stories, a acreana também desabafou sobre a dificuldade ao longo do processo.

“É algo que já venho tentando desde de 2019 e até o momento não vem dado certo. Agora sim, vai pra frente. Menos transfobia e constrangimento, porque os nomes que estão nos documentos ainda pertencem a uma pessoa que não sou hoje, não sou mais. Hoje eu sou uma pessoa totalmente diferente da que está no meu documento”, comentou. A gente entrou em contato com o cartório do Acre, pra poder solicitar a autorização da mudança de tudo, o valor em média é de R$300 a R$400 reais só a mudança da certidão. Fora a CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, que são outras coisas que tenho que mudar depois da certidão, que vou usar o dinheiro arrecadado”.

A acreana ainda deixou uma mensagem de apoio a todos que sentem o desejo de dar inicio ao processo: “Não desistir, é isso que eu digo. Pois embora seja difícil e árduo, se apegar na vontade de existir e ter o nossos direitos e respeitos, é primordial”.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.