34.3 C
Rio Branco
18 setembro 2021 1:58 pm

AC mantém tendência de diminuição de abate de bovinos pelo quinto ano consecutivo

Queda é mantida pelo quinto ano consecutivo, admite secretário da Sepa; já o de suínos cresce

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 12/08/2021 13:37

O Acre manteve a tendência nacional de redução no abate de bovinos pelo quinto ano consecutivo, admitiu, na manhã desta quinta-feira (12), o secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, Neném Junqueira “O Acre segue esta tendência de todo o país, na ordem de até cinco por cento na sua capacidade de produção”, disse.

Os produtores brasileiros abateram 7,07 milhões de cabeças de bovinos no segundo trimestre de 2021, um recuo de 4,5% em relação ao segundo trimestre de 2020, segundo os resultados preliminares das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, houve elevação de 7,7%. A produção totalizou 1,87 milhão de toneladas de carcaças bovinas no segundo trimestre deste ano, uma queda de 1,9% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, houve aumento de 8,6%.

Já o abate de suíno, segundo o IBGE, foi de 13,03 milhões de cabeças, no segundo trimestre de 2021, um aumento de 7,1% em relação ao segundo trimestre de 2020, com o Acre também se mantendo na tendência de alta. Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, houve elevação de 3,2%. A produção totalizou 1,22 milhão de toneladas de carcaças suínas no segundo trimestre deste ano, uma alta de 9,5% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, o aumento foi de 5,2%.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.