34.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 3:54 pm

Ação Humanitária Itinerante realiza mais de 4 mil atendimentos na Floresta Estadual do Liberdade

Instituições parceiras divulgaram relatórios de atendimentos realizados na Escola Estadual Maurício Mapes, em Tarauacá. Em breve a população do interior receberá os serviços da Carreta Ambiental, mais um projeto itinerante do governo

POR ASCOM

Última atualização em 18/08/2021 16:10

Mais de quatro mil atendimentos foram realizados na quarta e última edição da Ação Humanitária Itinerante, realizada na Floresta Estadual do Liberdade, dentro do Complexo de Florestas Estaduais do Rio Gregório, em Tarauacá. A ação foi realizada neste último fim de semana, e o relatório completo com os números de atendimentos foram divulgados nesta segunda-feira, 16, pelas instituições parceiras.

Todas as florestas estaduais, incluindo o Parque Estadual Chandless, receberam ações de educação ambiental, social, jurídica e de saúde, com destaque para a vacinação contra a Covid 19. O projeto foi criado para valorizar a vida das pessoas moram nas unidades de conservação estaduais e seus entornos.

Nesta edição do Liberdade, os comunitários estão sendo atendidos na Escola Estadual Maurício Mapes, próxima à Unidade de Gestão Ambiental Integrada (Ugai) do Liberdade.

A iniciativa é da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi) e conta com vários importantes parceiros, como o Gabinete da Primeira-Dama, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), a Secretaria de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet) e o Tribunal de Justiça (TJAC), além das prefeituras municipais que sediam cada evento.

Somente a Sesacre, por meio do Saúde Itinerante Especializado e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Tarauacá, realizou 3.942 atendimentos, entre eles consultas médicas, atendimentos de enfermagem, odontológicos e de serviço social, além de exames laboratoriais, testes rápidos para HIV, sífilis e HB e BC, ultrassonografias, preventivo do câncer do colo uterino e vacinas aplicadas de rotina e Covid-19.

A SEASDHM, por meio da equipe multidisciplinar da Diretoria de Políticas para Mulheres, realizou 50 atendimentos, com assistência social, acolhimento psicológico e assessoria jurídica.

A equipe da Divisão de Educação Ambiental e Práticas Sustentáveis da Semapi esteve presente, apoiando as demais equipes e a realização de um trabalho de sensibilização sobre os riscos e prejuízos causados pelas queimadas.

Carreta Ambiental

O governo tem implementado vários projetos itinerantes para facilitar o acesso da população aos serviços do Estado, principalmente para quem mora no interior e regiões isoladas. No mês de setembro, a gestão ambiental do governador Gladson Cameli ganha mais um reforço, a Carreta Ambiental, uma unidade móvel itinerante que oferecerá vários serviços da pasta ambiental, além de cultura e lazer.

O destaque do projeto é desburocratizar o licenciamento ambiental e prestar atendimento e orientações aos produtores rurais no que se refere ao cumprimento da legislação ambiental nos municípios do Acre. A Carreta Ambiental vai percorrer, nessa primeira etapa, 11 municípios das regionais do Alto Acre e Baixo Acre.

A contratação da empresa se deu por meio de emenda parlamentar da deputada federal Vanda Milani, no valor de R$ 1,5 milhão. O projeto do governo está reunindo todas as instituições do Sistema Estadual de Meio Ambiente. Coordenado pela Semapi, a carreta vai oferecer, por um período de pelo menos quatro meses, diversos serviços à população do interior, a exemplo de capacitações, orientações em educação ambiental, abertura de processos, vistorias, emissão de licenças e certidões de outorgas, além do trabalho de atendimento à regularização fundiária.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.