28.3 C
Rio Branco
19 setembro 2021 8:33 pm

Após anúncio do MS, Frank Lima fala sobre antecipação de dose contra Covid-19 na Capital

O Ministério da Saúde também vai poder aplicar um reforço da segunda dose da vacina contra a partir do dia 15 de setembro.  

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 26/08/2021 08:50

Após anúncio do Ministério da Saúde nesta quarta-feira (25) sobre a redução do intervalo dos imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer de 12 para 8 semanas, o secretário de Saúde de Rio Branco, Frank Lima, se manifestou sobre a possibilidade de adiantar a imunização na Capital.

O gestor disse que, até o momento, ainda não definiu como será feita a antecipação do intervalo entre a primeira e a segunda dose das vacinas contra Covid-19.

“Estamos aguardando receber uma nota técnica do para saber como vamos proceder e se dá para diminuir um pouquinho aí o intervalo entre as doses”, disse o secretário, pedindo ainda um pouco de paciência da população enquanto aguarda a “autorização do Ministério da Saúde.

Terceira dose

O Ministério da Saúde também vai poder aplicar um reforço da segunda dose da vacina contra a partir do dia 15 de setembro. O público só poderá receber a terceira dose depois de 21 dias da segunda. Sobre isso, Frank Lima não se manifestou.

No caso dos idosos de mais de 70 anos (público também beneficiado), eles devem ter tomado a 2ª dose há mais de 6 meses. Os com mais de 80 serão os primeiros atendidos.

A Pfizer será o imunizante utilizado como dose de reforço, é o que determina a pasta.

A decisão do Ministério da Saúde foi embasada em estudos realizados por universidades brasileiras que apontam para a eficácia de uma dose de reforço e a redução do tempo entre as doses para o combate à variante Delta, que se espalha pelo país.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.