29.3 C
Rio Branco
16 setembro 2021 7:17 pm

Após vídeo de boliviana morta a tiros, ContilNet tem acesso a denúncia de furto registrada na última semana

Polícia deverá abrir uma nova linha de investigação sobre o assassinato da comerciante em Epitaciolândia

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 04/08/2021 10:34

Uma ocorrência de furto registrada na Delegacia de Polícia de Epitaciolândia, na semana passada, deverá abrir uma nova linha de investigação em relação ao assassinato da comerciante boliviana conhecida como Maria Boliviana ou Maria da Feira, assassinada na manhã desta quarta-feira (4), por um homem que fugiu levando sua bolsa onde havia uma quantia não revelada de dinheiro em espécie. No boletim de ocorrência, um feirante de nome Paulo Paulino de Araújo comunicou à polícia o arrombamento de um box na feira Walter Fernandes Farias e o furto de uma saca de feijão, uma de farinha e três baldes de manteiga.

VEJA TAMBÉM: Comerciante boliviana é morta durante assalto em Epitaciolândia; veja vídeo e detalhes

Paulino era amigo de Maria da Feia e emprestava seu box para que ela guardasse suas mercadorias, as quais ela adquiria semanalmente na feira e ali os guardava enquanto providenciava o transporte para a cidade boliviana de Cobija, onde vivia. Informações dão conta que, após o registro da queixa e pressão da polícia, pelo menos um suspeito teria feito ameaças e exigido que seu nome fosse descartado na queixa à polícia.

Maria da Feira era uma pessoa popular entre os feirantes brasileiros e responsável pela aquisição de pelo menos 50 por centos produtos vendidos ali. Ela os comprava para revendê-los em Cobija, na Bolívia.

VEJA AQUI O VÍDEO

Na manhã desta quarta-feira (4), ela chegou para a aquisição e estava sentada, negociando os produtos, quando um homem entrou no local, usando capacete. Sem proferir uma palavra, ele sacou a arma e atirou na boliviana, à queima roupa. Ela caiu sobre a bolsa de dinheiro que carregava a tiracolo, a qual o assassinou arrancou e fugiu.

O delegado Luis Tonine, de Epitaciolândia, comanda as investigações para a elucidação do crime. Ele ainda não falou sobre o assunto.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.