35.3 C
Rio Branco
27 setembro 2021 2:37 pm

Bolsonaro irá vetar fundão de R$ 5,7 bi e propor cerca de R$ 2,8 bi

Congresso alterou regras de financiamento do fundo eleitoral e aumentou montante 185% se comparado com o do ano passado

POR R7

Última atualização em 20/08/2021 16:51

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionará a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2022, mas vetará o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões. De acordo com uma fonte, o chefe do Executivo deve propor para o fundo cerca de R$ 2,8 bilhões.

A sinalização de veto é dada por Bolsonaro desde a aprovação do fundão eleitoral, como é conhecido, pelo Congresso Nacional. Ao aprovar a LDO no mês passado, os parlamentares alteraram as regras do financiamento eleitoral, aumentando o montante a ser repassado ao fundo de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

Mesmo em meio à pandemia de covid-19, deputados e senadores aceitaram os R$ 5,7 bilhões, que aumentam em 185% o valor do fundo comparado ao valor das eleições municipais de 2020. Em valores corrigidos pela inflação, a quantia é mais que o triplo do que foi destinado às eleições de 2018 (R$ 1,8 bilhão).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.