41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 11:16 am

Cartão Bolsa Alimentação de até R$ 103 já está disponível; Veja quem recebe

Benefício tem como objetivo atender estudantes da rede pública de educação que tiveram as aulas presenciais paralisadas durante a pandemia.

POR CAPITALIST

Última atualização em 19/08/2021 18:51

O Cartão Bolsa Alimentação foi confirmado e será distribuído a cerca de 82 mil estudantes da rede pública de ensino. A Secretaria de Educação Distrito Federal anunciou na última sexta-feira, 13, que o valor vai variar de R$ 51 a R$ 103, de acordo com o número de refeições que o aluno faz na escola.

Leia mais: Bolsonaro confirma auxílio emergencial até outubro e troca por novo Bolsa Família

No caso dos estudantes que cumprem suas atividades durante apenas um período, será oferecido o valor mínimo. Já para aqueles que estudam em tempo integral, o benefício terá valor máximo.

O programa tem investimento estimado em R$ 11,3 milhões só em 2021.

Aulas presenciais

Desde o início da pandemia de Covid-19, as atividades escolares presenciais foram paralisadas para evitar a propagação do vírus. Por causa disso, milhões de estudantes de todo Brasil ficaram sem aulas regulares por cerca de um ano.

No dia 5 de agosto, o retorno de quase 4 mil alunos da educação infantil e do ensino fundamental às salas de aula foi confirmada. Entretanto, aqueles que ainda não conseguiram terão direito ao cartão Bolsa Alimentação.

O objetivo do programa é garantir que essas crianças e adolescentes, muitas em situação de vulnerabilidade, não fiquem sem nutrição durante esse período.

“Os auxílios são recursos eventuais e de transferência de renda, que servem para ajudar as pessoas a enfrentarem momentos de dificuldade econômica. É importante frisar que todo benefício segue critérios e quem recebe é acompanhado pela nossa equipe social”, explicou a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

“Trabalhamos para que o indivíduo e sua família não fiquem dependentes desses benefícios, mas para que encontrem uma maneira de ter o seu próprio sustento, sua autonomia”, completou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.