37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 2:14 pm

Ceará e Flamengo empatam no Castelão e Rubro-Negro entra no G4

Sem Bruno Henrique e Arrascaeta, equipe carioca sofreu com o bom esquema montado pelo Vozão neste domingo (22/8)

POR METRÓPOLES

Última atualização em 23/08/2021 07:58

O Ceará deu trabalho para o Flamengo neste domingo (22/8), na Arena Castelão, no Ceará. Em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, as equipes empataram em 1 x 1. O Vozão saiu na frente com Vina, no primeiro tempo. Vitinho deixou tudo igual no início da segunda etapa.

O resultado colocou o Rubro-Negro na 4ª colocação, o Ceará permaneceu em 8º.

Desfalcada, a equipe comandada por Renato Gaúcho sofria com a falta de criatividade na armação das jogadas e viu Gabigol, seu principal artilheiro, perder gols que não são comuns para o camisa 9.

Já o Ceará deixava o Rubro-Negro com a bola, mas não permitia a criação de jogadas efetivas. Bem postado na defesa, o Vozão parecia ter muito bem definida a sua estratégia e sempre que atacava, levava perigo para o gol de Diego Alves.

Apesar das substituições dos dois lados, as equipes pouco mudaram suas propostas e o estilo de jogo
Primeiro tempo

As duas equipes começaram a partida se estudando muito e as primeiras chances só foram surgir com mais de 10 minutos de jogo. Aos 14, Vina cruzou para Clebão cabecear. A bola acabou batendo em Léo Pereira e saindo.

Depois do susto, o Flamengo começou a controlar mais a partida, mas sem chances claras de gol. Vitinho arriscou algumas vezes de fora da área, mas sem muita efetividade.

Diego também com um chute forte, mas bola explodiu na marcação. Na meia-lua, após trocar passes com Gabigol, Vitinho arriscou uma bicicleta, mas a bola saiu sem muito perigo ao gol de Richard.

Aos 30, a chance mais clara da partida. Vina recebeu sozinho na marca do pênalti, mas acabou isolando. Só que no lance seguinte, ele não perdoou. O meia bateu cruzado na saída de Diego Alves e abriu o placar para o Vozão, que apesar de ter menos a bola, agredia mais que o Rubro-Negro.

O Mengão começou a tentar a reação, mas ainda não encontrava a melhor forma de empatar. Gabigol desperdiçou em chute colocado dentro da área. Pouco tempo depois, o camisa 9 chutou forte perto da linha de fundo e obrigou Richard a fazer uma defesa em dois tempos.

A equipe carioca seguiu pressionando, mas não teve sucesso. Gabigol acabou perdendo outro gol, sozinho aos 42 minutos e o Ceará acabou indo para o intervalo com a vantagem no placar.

Segundo tempo

O Flamengo tentou impor o ritmo, mas o Ceará defendia muito bem e quando saía, levava perigo para Diego Alves.

Depois de quase três minutos de ataques do Vozão, o Rubro-negro decidiu responder. Filipe Luís deu lindo passe para Vitinho, que arriscou da entrada área e deixou tudo igual, 1 x 1.

Após o empate, o jogo ganhou emoção com as duas equipes revezando ataques perigosos, um contra o outro, obrigando Diego Alves e Richard a fazerem defesas.

Aos 23, Léo Pereira salvou o Flamengo depois de evitar um gol quase em cima da linha, após chute do Rick.

Pouco tempo depois Gabigol acertou um passe primoroso para Michael sair na cara do gol, mas Richard saiu e evitou o gol flamenguista.

Michael abusava dos dribles, mas não conseguia criar chances claras. Vitinho seguia como um dos mais perigosos do Flamengo, sempre arriscando com chutes fortes.

Renato Portaluppi e Guto Ferreira mexeram no time. Um buscando alterar o panorama da partida e o outro preocupado em manter a configuração da disputa.

Aos 41, momento de tensão. Filipe Luís dividiu com Jorginho dentro da área. O jogador do Ceará caiu na área pedindo pênalti, mas a arbitragem seguiu com o jogo.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.