33.3 C
Rio Branco
20 setembro 2021 7:17 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Desespero: Policial civil morre após atirar contra a própria cabeça

Wagno chegou a ser socorrido, mas sofreu parada cardíaca durante atendimento médico

POR RONDONIA AO VIVO

Não resistiu e faleceu instantes atrás, pouco de depois e dar entrada no Hospital Regional de Vilhena, o escrivão da Polícia Civil Wagno da Costa Oliveira Ricardo, que havia disparado um tiro contra a própria cabeça na Feira Municipal no centro da cidade.

Policial que começou a carreira na cidade de Colorado do Oeste, Wagno, que era irmão de um sargento da Polícia Militar, estava enfrentando uma crise familiar e chegou a comentar a situação com alguns colegas, despertando preocupação ao dar algumas declarações que prenunciavam a tragédia.

Ainda abalados, colegas do escrivão, que aparentava ter menos de 40 anos, evitam dar declarações sobre o caso, mas admitem que ele parecia estar sofrendo muito nos últimos dias. Wagno chegou a apagar todas as suas publicações nas redes sociais.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.