25.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 2:05 am

Dois jovens são executados e três ficam feridos em atentado na fronteira assinado por grupo de extermínio

Vítimas estavam em frente à residência de uma delas, em Pedro Juan Caballero, quando uma caminhonete se aproximou e os ocupantes atiraram.

POR G1

Última atualização em 25/08/2021 14:28

Dois jovens morreram e outras três pessoas ficaram feridas em atentado ocorrido na noite dessa terça-feira (24), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha à sul-mato-grossense Ponta Porã. Quatro vítimas são do Paraguai e uma do Brasil.

De acordo com informações da polícia, as vítimas estavam em frente à casa de uma delas quando uma caminhonete se aproximou e os ocupantes atiraram, fugindo em seguida.

No local foi encontrado um bilhete assinado por um grupo de extermínio que se autodenomina ‘os justiceiros’. No papel estava escrito: ‘Não roubar. Os justiceiros’.

Ainda conforme a polícia, no local do crime foram encontradas 43 cápsulas de calibre 9 milímetros. As vítimas que sobreviveram foram socorridas para o hospital do município.

Morreram no local: Derlis Fabian Alen Mendoza, de 23 anos, e Guido Villalba Aquino, de 27. Ficaram feridos: Ramon Vicente Marin, de 61 anos; Gustavo Villalba Aquino, de 17 e Paulo César Pavão, de 36. Este último é o único brasileiro.

Execuções

A região de fronteira entre o Brasil e Paraguai, conhecida pelas grandes apreensões de drogas, voltou a registrar execuções (leia mais sobre os crimes abaixo). Nos sete primeiros meses deste ano, entre 1º de janeiro e 31 de julho, 87 pessoas foram executadas, segundo autoridades de segurança dos dois países.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.