24.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 10:20 pm

Edvaldo questiona decisão da Justiça em anular contratação de médicos sem Revalida

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 11/08/2021 11:24

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), autor do projeto de lei aprovado pelo Governo do Acre que permite a contratação de médicos formados no exterior sem a necessidade do Revalida, questionou a decisão judicial emitida na terça-feira (10) que suspende a Lei.

A decisão ocorre após o Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) entrar com uma ação de inconstitucionalidade da lei que tem caráter emergencial e vigência durante o período de pandemia.

Segundo Magalhães, os médicos com Revalida não têm interesse em atuar e preencher as vagas existentes no interior do Estado.

O parlamentar lembrou a situação em Marechal Thaumaturgo, onde uma mulher morreu por complicações em parto por não ter médicos para atendê-la.

Edvaldo pede que a Justiça julgue o mérito o mais rápido possível para que assim a Aleac possa recorrer e ir até o Superior Tribunal Federal (STF), se preciso.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.