37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 3:58 pm

Entrega de ambulâncias gera discussão na Aleac: “Fiquei triste ao saber do que ocorreu”

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 24/08/2021 15:22

Os queixumes dos deputados da base do Governo na Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) na sessão desta terça-feira (24) tiveram origem na solenidade de entrega e 28 ambulâncias, na última segunda-feira. A solenidade foi presidida pelo govenador Gladson Cameli, com a participação de deputados estaduais no evento, incluindo o líder do Governo na Aleac, Pedro Longo (PV). O problema é que o cerimonial do Governo não deu a palavra aos representantes do Poder Legislativo e isso revoltou os deputados, inclusive os da base do governador.

O silêncio dos deputados estaduais na solenidade foi um prato cheio para a oposição no plenário da Aleac na sessão de hoje. O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), falando como líder das oposições sobre o assunto, disse que se solidarizava com os deputados que foram à solenidade, incluindo José Bestene (PP). Citado pelo colega, Bestene pediu um aparte e tentou minimizar o fato, atribuindo o fato a uma falha do sérvio de cerimonial do Palácio Rio Branco. Magalhães não deixou por menos. “Não é o cerimonial que manda. Quem manda é o governador. É ele que está tratando os deputados de sua base no bico do sapato”, disse.

Instado a se pronunciar sobre o assunto, o presidente da Aleac deputado Nicolau Júnior (PP), lamentou que a presença de deputados que foram prestigiar o evento, não tenha sido registrada pelo cerimonial. Ele lembrou que tanto a base do governo como oposição têm trabalhado para contribuir com o Estado.

“Fiquei triste ao saber do que ocorreu ontem durante a solenidade de entrega das ambulâncias. Haviam vários deputados estaduais presentes. No entanto, foram ignorados pelo cerimonial do governo. Espero que isso seja corrigido, pois é um problema muito grande. Deputado é eleito pelo povo e merece ser respeitado. Todos nós, base e oposição, trabalhamos incansavelmente para contribuir”, lamentou o presidente.

Nicolau Júnior disse acreditar que houve um equívoco durante o evento e pediu que, pelo bem da democracia, o erro não volte a ser cometido. Disse ainda que quando participa de solenidades fica feliz quando os demais parlamentares vão prestigiar.

“Eu particularmente, quando participo desses eventos fico feliz quando vejo a presença dos parlamentares que vão prestigiar. Isso nos fortalece e fortalece a democracia. Em uma entrega como foi a de ontem, de ambulâncias que vão ajudar principalmente em cidades que não possuem esses automóveis, eles deveriam sim ter suas presenças destacadas, pois também fazem parte dessa conquista. Peço que o governo reveja isso”, finalizou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.