23.3 C
Rio Branco
17 setembro 2021 10:37 am

Ex-vendedora de AcreCap denuncia venda de títulos “vencidos” em Xapuri

A situação aconteceu na última última quinta-feira (26)

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, PARA CONTILNET

Última atualização em 29/08/2021 14:18

A diarista Maria Ângela Alves, ex-vendedora de AcreCap Legal na cidade de Xapuri, no interior do Acre, denunciou ao ContilNet que na última quinta-feira (26) comprou uma cartela do sorteio da semana passada, do dia 22 de agosto.

“Eu sou diarista e na última quinta-feira eu recebi da minha patroa, como eu sou evangélica, eu tirei a parte do dízimo e Deus me mandou parar na panificadora para comprar um AcreCap e percebi quando cheguei em casa que os prêmios eram da semana passada e vi que era uma cartela vencida”, conta Maria Ângela.

De acordo com a diarista, ela voltou no lugar que comprou e questionou se ninguém tinha ido recolher as cartelas que não haviam sido vendidas e o vendedor afirmou que não. “Essa situação aconteceu outra vez, quando eu ainda vendia AcreCap, eu percebi que em uma barraca não haviam recolhido e eu avisei a supervisora, disse que o vendedor acabaria vendendo a cartela vencida para alguém e isso é errado. No dia seguinte foram recolher”, relata.

Maria Ângela foi vendedora do AcreCap por aproximadamente quatro anos, mas ao ser acusada de roubo pela supervisora, parou de vender. “Eu vendia de bicicleta, entregava muitos títulos. A supervisora começou a pedir que eu deixasse a minha pasta com as cartelas não vendidas e o dinheiro das que haviam sido vendidas em um ponto, mas ela quem deveria recolher em todos os pontos da cidade”, conta.

Depois dessa situação, Maria Ângela passou por momentos complicados e após uma oração de uma vizinha que afirmou que ela teria o AcreCap nas mãos. “Eu tentei colocar na Justiça a pessoa que me acusou de roubo, mas eu não tinha os dados dela e deixei para lá, mas a justiça de Deus não falha. Eu nunca roubei nada de ninguém”, afirma.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.