35.3 C
Rio Branco
19 setembro 2021 7:15 pm

Flordelis é cassada e perde o mandato de deputada federal pelo Rio

POR TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

Última atualização em 11/08/2021 16:51

Por 457 votos a favor e sete contra e 12 abstenções, a Câmara dos Deputados cassou, em sessão encerrada na tarde desta quarta-feira (11), o mandato da deputada Floridelis (PSD-RJ). Ela é acusada como manante do assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, em julho de 201, na casa em que viviam, na companhia de 55 filhos, em Niterói, Rio.

Para escapar da cassação, Flordlis precisaria que pelo menos 250 votassem a seu favor. Do total, ela recebeu apenas 12. Não foi promulgada como votaram os deputados individualmente.

Os advogados de defesa, que falaram em plenário, propuseram que, ao invés de cassação, a deputada sofresse uma suspensão até seu julgamento pelo Tribunal do Júri Popular do Rio de Janeiro. Os advogados disseram ter certeza e que ela será absolvida no Júri Popular.

Um dos advogados chegou acusar em plenário o pastor Anderson dos Santos de pedofilia e de assédio sexual contra as filhas adotivas e de suas netas. “Por isso, ele morreu com 30 tiros na genitália”, disse um dos advogados ao insinuar que Anderson foi morto a mando de uma das filhas de Flordelis como vingança pelo assédio sexual. Já votaram 405 deputados mas ainda não se sabe como votaram os parlamentares, por bancada ou por estados.

Sem mandato e imunidade parlamentar, a agora ex-deputada corre o risco de ser presa. O Ministério Público do Rio de Janeiro deve pedir sua prisão preventiva nas próximas horas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.