37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 2:00 pm

Investimentos da Energisa ampliam portas de entrada de energia para Rondônia

Oferta de energia triplica com a construção de novos pontos de acesso, redes e sistemas redundantes, aumentando segurança para a distribuição de energia em todo o estado

POR ASCOM

Última atualização em 13/08/2021 16:30

O pacote de R$ 1,7 bilhão em investimentos da Energisa nos três primeiros anos de operação da empresa em Rondônia também aumentou a segurança para o fornecimento de energia em todo o estado. O número de pontos de acesso para a energia que será distribuída aos cerca de 680 mil clientes da distribuidora passou de nove para onze, o sistema de Alta tensão dobrou de tamanho e há 35% mais capacidade de fornecimento de energia aos clientes do estado. Com isso, se ocorre um problema em um local, a distribuidora ajusta a rede para receber energia por outra, havendo redundâncias no sistema.

“É como criar novas estradas por onde a energia pode passar para chegar a um mesmo destino”, explica o diretor técnico da concessionária no estado, Fabrício Sampaio, lembrando que o sistema de Rondônia, até 2009, era totalmente isolado. “Hoje, a energia pode chegar ao estado diretamente por Mato Grosso, de um linhão que vem de São Paulo e das próprias usinas da região”, completa.

Segundo ele, os estudos que a Energisa fez para guiar o plano de investimentos consideraram a demanda atual e futura da região. Por isso, além de novos pontos de acesso, a rede foi preparada para receber energia que será distribuída para regiões que antes eram atendidas por sistemas isolados e a capacidade foi ampliada observando a expectativa de crescimento da demanda para os próximos anos.

Em Jaru, um novo ponto de suprimento foi construído para receber a energia que será distribuída para os municípios do Vale do Anari, um aumento na capacidade de fornecimento equivalente a 36 mil casas. E também em Porto Velho, que passa a contar com um novo ponto de suprimento ampliando a capacidade da capital para mais 66 mil casas.

As novas ‘estradas elétricas’ estão conectadas virtualmente ao Centro de Operação Integrada na capital, que visualiza seu funcionamento em todo estado em tempo real, e consegue remanejar a energia para localidades que, porventura, tenham fornecimento afetado por algum problema. Todo o sistema está ligado em tempo real ao Operador Nacional do Sistema (ONS), que despacha a energia das diversas fontes para que as distribuidoras possam entregar ao consumidor final em todo o país

“Esse é um sistema complexo, que demanda uma forte interação entre os agentes. Investimos muito em automatização para melhorar a nossa parte dessa gestão e ajudar os agentes do setor a terem maior previsibilidade e acesso a informações dos mercados consumidores”, explica Sampaio.

Investimentos em todo o estado

Em apresentação realizada nesta manhã para representantes da Comissão de Minas e Energia da Câmara Federal, o diretor presidente da Energisa em Rondônia, André Theobald, destacou os investimentos nos 52 municípios do estado e o aumento do alcance dos programas sociais do setor. Segundo ele, desde que a Energisa assumiu a concessão, em outubro de 2018, o número de beneficiários quase triplicou.

“Vamos completar três anos em Rondônia com quase um terço dos clientes beneficiado por algum tipo de programa social”, disse, citando Tarifa Social de Energia, a Tarifa Verde (para clientes rurais) e os programas de eficiência energética.

De acordo com Theobald, a empresa também substituiu lâmpadas da iluminação pública de 17 municípios, através do Programa de Eficiência Energética da Aneel, contribuindo para redução de quase R$ 6 milhões das contas de energia das prefeituras. “Também desempenhamos um trabalho social, doando geladeiras e freezers para as secretarias de saúde utilizarem do gesto vacinal contra Covid. O projeto de transformação que nos propomos vai além da rede elétrica, inclui também a nossa comunidade”, concluiu. Os detalhes dos investimentos da empresa em Rondônia estão disponíveis no portal www.energisajuntos.com.br e no canal da empresa no Youtube.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.