24.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 8:31 pm

Leicy Sposito, ex-dançarino de Joelma, diz que filha sabe sobre nova carreira como ator pornô gay

O bailarino Leicy Spósito, conhecido por ter sido um dos dançarinos de Joelma durante a Banda Calypso, mudou de profissão

POR O CANAL

Última atualização em 25/08/2021 10:50

O bailarino Leicy Spósito, conhecido por ter sido um dos dançarinos de Joelma durante a Banda Calypso, mudou de profissão. O ator, contudo, revelou que toda a família já sabe, inclusive a filha de 16 anos.

Leicy agora se lançou como ator pornô de uma produtora de conteúdo para o público gay. Bombando, ele conta que todo mundo sabe de seu trabalho, até os amigos.

“Quando decidi gravar, conversei com a minha família, amigos, tenho uma filha de 16 anos, e eles entenderam”, explicou o rapaz ao jornal “Gay.blog”.

“Seja lá o que for, a minha família está comigo. Quando gravei, nós já estávamos preparados, com a cabeça boa. Quando vem crítica eu faço é achar graça. Não ligo”, disparou Leicy Sposito.

Ele conta, inclusive, que ainda mantém contato com a cantora e que segue com uma boa relação. “eu e Joelma mantemos contato ainda, mas cada um tem sua vida, a gente se fala de vez em quando. Já do Ximbinha, nunca fui amigo”, completa.

Leicy Sposito divulga o trabalho no Twitter

Como muitos dos atores do setor, Leicy utiliza o Twitter — que permite mídias com conteúdo explícito — para divulgar seu trabalho. Caso queira conhecer, basta clicar aqui. Aviso: o perfil contém conteúdo explícito.

Questionado sobre como começou a carreira, ele explicou. “Sempre recebi convites e sempre me sondaram. Mas a porta que se abriu foi com a Irmãos Dotados, que espero que não feche nunca”.

“Amo o Edu (Albuquerque, proprietário da produtora) e amo gravar com eles. Estou bem satisfeito. Recebo críticas, mas tudo bem. É normal nesse meio”, completou Leicy Sposito.

Para o futuro, o bailarino tem planos trabalhar como ator pornô gay no exterior. “Sim. Meu contrato com a Irmãos Dotados não proíbe gravação com empresas estrangeiras, apenas com nacionais. Sou exclusivo deles. Então, quando surgir a oportunidade de ir pra fora, eu vou me jogar.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.