41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 11:10 am

Macaquinho é achado carbonizado durante combate aos incêndios em MS e militares fazem enterro

POR G1 MS

Última atualização em 24/08/2021 14:47

Quando as labaredas se apagam e o chão esfria, é o momento em que os bombeiros, militares e voluntários entram em ação: correndo contra o tempo para o fogo não se espalhar, eles fazem o combate e dizem que, ano a ano, a cena se repete no estado e também no Pantanal sul-mato-grossense. Só que uma coisa é impossível de se acostumar: ver animais carbonizados que, provavelmente lutaram muito na tentativa de escapar dos incêndios.

“Nós temos uma região bem rica e aqui em Bela Vista vários macacos foram encontrados. Alguns pulando cerca, outros no tronco de árvores, é uma fauna bem rica e vários macaquinhos acabaram sucumbindo diante a fumaça. No caso de um deles, todos os militares ficaram chocados e fizemos o enterro, de forma simbólica, para unir forças, chamar a atenção ao respeito a vida e o meio ambiente”, afirmou ao G1 o tenente Alex Fernandes.

O flagrante ocorreu no último domingo (22). “Estava tendo a operação lá em Bela vista e nós saímos de um foco perto de Antônio João, quando houve o encontro com outra equipe de Bela Vista que estava sobre o meu comando. Vários macacos morreram e este em específico tentou pular a cerca, tentou fugir, só que a gente já encontrou ele morto e carbonizado”, ressaltou Fernandes.

Conforme o tenente, as equipes então conversaram e enterraram o primata. “Eles tiveram essa ideia em respeito a fauna e os animais. É algo que comove demais os bombeiros militares. A a gente vê também tatu, tamanduá e tantos outros no meio daquela fuligem”, lamentou.

Em nota, divulgada nesta terça-feira (24), os militares também falam que “é preciso que as pessoas vejam a capacidade de destruição do fogo para que se conscientizem e, em hipótese alguma, coloquem fogo em vegetação”. Além disso, o comunicado ressalta que “provocar incêndios é um crime ambiental”.

Sobrevoo e combate

Além de Bela Vista, outras equipes também atuam em Porto Murtinho desde o início desta manhã (24). “Nós fizemos um sobrevoo e entramos na fazenda Tereré para combater ao fogo por lá. Além das equipes, o pessoal da prefeitura e das fazendas está ajudando, os produtores rurais inclusive estão operando maquinário por lá”, explicou o tenente-coronel Fernando Carminati.

Na área norte do município, de acordo com o coronel, havia outro grande foco de incêndio e que já foi combatido pelos militares. “Estamos com 12 militares empenhados também nesta região, onde tinha um grande foco e agora estamos fazendo o monitoramento, já que pode ter uma reignição a qualquer momento e estamos nessa fase. Os outros 2 focos de estão na região da fazenda do Quebracho e da Braunal”, ressaltou Carminati.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.