35.3 C
Rio Branco
13 setembro 2021 2:20 pm

Melhores maneiras de passar no seu TCC na quarentena

Alguns conselhos e dicas práticas importantes para estudantes que estão preparando seu TCC ou dissertação em meio à pandemia do coronavírus

POR REDAÇÃO

Última atualização em 16/08/2021 09:17

 

Com a pandemia, o estado de suspensão em que todos fomos colocados não é exatamente o mais adequado para a elaboração de grandes projetos, como uma dissertação ou um TCC. Um tempo mentalmente reservado, como um período intensamente produtivo, agora deve acontecer sob confinamento. Para muitos, isso intensificou ainda mais um desafio que já era assustador anteriormente. A quarentena é bastante diferente das nossas habituais condições de trabalho. Essa diferença acaba gerando questões intrigantes para os alunos em todo tipo de situação: como encontro motivação no que parece um mundo sem sentido? Como posso ter produtividade em um ambiente improdutivo? Como posso manter a positividade ao redor de tanta negatividade? Grandes perguntas, com respostas bastante subjetivas.

Uma dissertação é um projeto grande e desafiador de gerenciar. É uma constelação de tarefas, cada uma das quais pode ser difícil de focar, mesmo nos melhores momentos, muito menos agora. O gerenciamento de projetos se tornou definitivamente mais difícil em meio à pandemia, à medida que os pesquisadores enfrentam barreiras para viajar, acesso limitado a arquivos e dificuldades para obter equipamentos e materiais.

Mais do que nunca, os alunos precisam se manter otimistas sobre sua situação. Um antídoto frequentemente citado para a negatividade é a gratidão: perceber as coisas pequenas, mas positivas, que acontecem com você a cada dia está relacionado a uma lista exaustiva de benefícios para a saúde. Níveis mais altos de otimismo, níveis mais baixos de estresse e depressão, melhor saúde física e uma resposta mais forte do sistema imunológico estão todos relacionados com a indução de gratidão. No momento, entretanto, isso pode parecer extremamente difícil para muitos.

Algo para se manter em mente é que o nível de liberdade que a escrita de teses acarreta é enorme. Esse tipo de liberdade pode não agradar a todos, mas quando comparado a um trabalho rígido de horário comercial comum, é uma verdadeira utopia. Você começa a pesquisar o que quiser, onde quiser e quando quiser. A liberdade de manobrar por meio de textos e expandir a mente à vontade é um privilégio difícil de conseguir. É um processo que você será capaz de admirar com carinho num futuro não muito distante.

Muitos ficam atolados na monotonia do processo. Minha solução para isso: não perca de vista o motivo inicial pelo qual você escolheu o seu tema. Agora pode parecer obscuro, agora pode parecer estar perdido, mas está sempre lá, no plano de fundo, esperando o momento de pular em cima de você quando menos espera. Talvez, com você, isso aconteça caso decida pesquisar sobre algum livro que descobriu em semestres passados, por exemplo.

O que faz todos os estudantes perderem a fé no que os empolga em sua dissertação é o excesso de detalhes – é um processo longo e demorado. Mesmo assim, a beleza surge de grandes doses de trabalho árduo. Detalhes ricos são tudo e a beleza não vem da aleatoriedade, mas da lógica e de um planejamento e pesquisa minuciosos. Em todos os campos, a excelência vem de trabalho árduo e consideração cuidadosa. A satisfação que você sentirá ao concluir sua dissertação se deve ao tédio que sentiu em meio aos detalhes intermináveis.

E então quais seriam algumas dicas técnicas de como manter um progresso consistente?

Saiba quais perguntas você está fazendo. Você sempre precisa saber qual é a sua hipótese ou que perguntas ela está formulando. Isso pode parecer óbvio, mas muitos alunos falham em definir suas hipóteses gerais antes de começar a escrever seus trabalhos. Você deve ser capaz de resumir sua tese em uma única frase.

Se você não sabe qual é a questão ou hipótese da sua tese, reúna-se com seu supervisor. É sempre melhor saber que pergunta você está fazendo, sua pergunta provavelmente irá evoluir com o tempo, mas quanto mais clareza você tiver sobre o propósito de sua tese, mais eficiente será sua pesquisa.

Divida sua tese em estágios definidos. A redação da tese é um processo com etapas bem definidas, os detalhes de cada estágio variam ligeiramente dependendo da sua área, mas para a maioria dos redatores de teses os estágios são, primeiro: coleta de ideias; segundo: edição e análise de dados e, terceiro, refinamento. Os perfeccionistas se beneficiarão particularmente ao dividir sua escrita em estágios distintos.

O objetivo da primeira etapa da redação é obter o máximo de ideias possível no papel, sem julgar, editar ou formatar seu documento.

Ao permitir-se coletar suas ideias sem críticas, você pode despertar sua criatividade e superar o medo da imperfeição que pode estar impedindo você de começar a escrever sua tese. É durante a segunda etapa, fase de edição e análise de dados, que você precisa ser rigoroso com sua redação e edição.

No final da segunda fase, seu objetivo é produzir um manuscrito que tenha uma estrutura clara e um fluxo lógico de argumentos para que você possa enviá-lo ao seu supervisor para revisão.

Na fase final de refinamento, você precisa abordar o feedback de seu comitê e preencher quaisquer lacunas na lógica.

Não escreva os capítulos da sua tese em ordem. Muitas pessoas quando começam a escrever suas teses pensam ser necessário escrever o documento na ordem em que será apresentado, tendo que começar com o resumo, depois a introdução, depois uma pesquisa bibliográfica aprofundada, depois o capítulo um, o capítulo dois, continuando até a conclusão. Esta é a pior maneira de escrever sua tese.

Escrever sua tese em ordem pode levar a vários meses de bloqueio agonizante. Não comece a escrever sua tese escrevendo o resumo primeiro. Em vez disso, o resumo da sua tese deve ser a última seção que você escreve.

Por definição, o resumo é um apontado dos destaques de sua tese e, portanto, você só deve ser capaz de escrever um resumo de qualidade depois de terminar todos os capítulos. Também não comece a escrever sua tese mergulhando no capítulo mais difícil. Se o fizer, você inevitavelmente enfrentará o famoso bloqueio do escritor.

Em vez disso, comece a escrever sua tese escrevendo a seção mais fácil primeiro – a seção de materiais e métodos. A seção de materiais e métodos é a seção mais fácil para começar e a mais rápida para terminar. Comece nela para garantir algumas páginas e aumentar sua confiança antes de tentar qualquer trabalho mais complexo.

Seguindo essas dicas você terá chances de seguir com o desenvolvimento do seu TCC sem grandes dificuldades, de modo que consiga terminá-lo mantendo uma boa consistência e, ainda mais importante, a sua saúde mental, que, nesses tempos de pandemia, já é em si só uma das nossas maiores tarefas enquanto não conseguimos voltar à vida anterior com a liberdade de irmos a qualquer lugar, como visitar nossa metrópole favorita, por exemplo.

E se mesmo com essa ajuda o peso de tal responsabilidade ainda é muito grande quando unido ao esforço de passar pela pandemia e manter sua saúde mental intacta, você pode visitar sites como comprartcc.com.br que podem te ajudar com suas tarefas acadêmicas de modo mais direto.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.