34.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 4:34 pm

Militar condenado por abusar da neta é preso pela polícia com a ajuda de drone

Conforme a investigação, crimes teriam ocorrido entre os anos de 2001 a 2008, na casa do militar, no bairro Nova Corumbá. Ele teria praticado atos libidinosos desde quando a neta tinha 6 anos de idade

POR G1

Última atualização em 13/08/2021 14:17

Foragido desde junho, um militar da reserva, de 59 anos, foi preso após ação conjunta do Setores de Investigação Geral (SIG) das delegacias de Ladário e Corumbá, na fronteira com a Bolívia. A ação ocorreu há 2 dias, com o uso de drone para capturar o suspeito.

Conforme a investigação, os crimes teriam ocorrido entre os anos de 2001 a 2008, no interior da casa do militar, no bairro Nova Corumbá. Nas ocasiões, ele teria praticado atos libidinosos diversos da conjunção carnal com a neta, desde quando ela tinha 6 anos de idade.

O militar foi condenado a 9 anos de prisão por ter praticado o crime de atentado violento ao pudor contra a própria neta. A sentença transitou em julgado (sem chance de recurso) em 1º de junho de 2021, sendo o homem considerado foragido desde então.

Durante as buscas, foi usado um drone da Polícia Civil para mapear a área e monitorar o local, auxiliando no cumprimento da prisão. O preso foi recambiado para a custódia do Exército, por se tratar de militar da reserva, onde ficará à disposição da Justiça.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.