35.3 C
Rio Branco
19 setembro 2021 6:58 pm

No Juruá, governo capacita profissionais da Atenção Básica em planejamento familiar

POR ASCOM

Última atualização em 13/08/2021 10:51

Uma qualificação em Planejamento Reprodutivo, ministrada pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), foi destinada aos enfermeiros e médicos da Atenção Básica dos municípios da regional do Juruá, de enfermeiros das maternidades de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, como também do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) do Alto Juruá.

O objetivo da atividade é ampliação do acesso de mulheres, homens e casais a informações de métodos contraceptivos, ação imprescindível para garantir o exercício dos direitos reprodutivos no estado, explica a chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Sesacre, Viviane Silva.

“A regulamentação do planejamento familiar no Brasil, por meio da lei nº 9.263, foi uma conquista importante para mulheres e homens no que diz respeito à afirmação dos direitos reprodutivos. Essa lei é entendida como o conjunto de ações de regulação da fecundidade, de forma que garanta direitos iguais de constituição, limitação ou aumento da prole pela mulher, pelo homem ou pelo casal”, destacou Viviane.

O planejamento familiar contribui para a redução da morbimortalidade materna e infantil, na medida em que diminui o número de gestações não desejadas e de abortos provocados. Também diminui o número de partos cesarianos realizados para fazer a laqueadura tubária, além de aumentar o intervalo entre as gestações, contribuindo para diminuir a frequência de bebês de baixo peso e para que sejam adequadamente amamentados.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.