27.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 10:45 am

Pedal “miado”: grupo de ciclistas no AC resgata gatos abandonados na BR-364; veja vídeo

Através das redes sociais, o ciclista Elenildo Costa compartilhou a ação e ressaltou a importância do não-abandono de animais

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 21/08/2021 11:25

Mesmo com o estabelecimento da Lei nº 14.064, de 2020, que aumenta a pena em até cinco anos de reclusão e multa para quem abandona e realiza maus-tratos contra cães e gatos, este problema ainda assim é constante no estado do Acre. No entanto, a solidariedade ainda move esforços por parte de algumas pessoas para mudar esta realidade. Assim aconteceu com o grupo de ciclistas da equipe “Pedal Sem Limites”, que encontrou e resgatou três gatos filhotes abandonados na BR-364, sentido Bujari – Rio Branco na noite da última sexta-feira (20).

Como de costume, o grupo, composto pelos ciclistas Elenildo Costa, Alan Ribeiro e Diemi Lima, estava realizando a pedalada noturna, quando viram, com o auxílio dos faróis das bicicletas, três gatos vivos na pista e um morto, no meio da escuridão.

Ciclistas resgataram animais abandonados à margem da rodovia/Foto: arquivo pessoal

“Como nós temos as luzes traseiras da bike, conseguimos parar o trânsito para que pudéssemos fazer o resgate. Pegamos os dois animais que estavam parados, e o outro que fugiu, nós procuramos por uns 10 minutos, achamos e trouxemos para Rio Branco”, disse Elenildo.

DOAÇÃO

Para a alegria dos atletas, a doação destes bichinhos foi quase que imediata. Todos conseguiram um novo lar e um novo destino, visto que, de acordo com Elenildo, a tendência era de que eles, provavelmente, tivessem o mesmo destino do outro animal atropelado. Um dos gatinhos, que recebeu o nome de Frajola, foi doado a uma família nas proximidades do Lago do Amor, que se interessou de imediato pelo animal.

“Além de ser crime, quem abandonou estes animais assim na BR é, no mínimo, uma pessoa sem coração. Naquele momento só pensamos em salvá-los. Tenho dois gatos em casa, são animais carinhosos e nós jamais os deixaríamos no caminho porque eles iriam morrer, certamente. (Quem abandonou) poderia muito bem ter colocado nas redes sociais, pois eu acredito que existem pessoas de bom coração que iriam querer estes animais”, comentou.

 

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.