24.3 C
Rio Branco
14 setembro 2021 5:09 am

Pele mais clara de candidato em concurso de beleza negra chama atenção: ‘sou descendente’, diz

Participante contou que não gostou dos memes nas redes sociais, mas declarou que não pretende abandonar disputa que segue até novembro

POR G1

Última atualização em 02/08/2021 12:09

A foto dos candidatos ao Mister Black Amapá 2021 chamou atenção nas redes sociais nos últimos dias por conta do tom de pele mais claro do participante Rodrigo da Rocha, de 26 anos, na comparação com os outros homens do concurso de beleza.

As reações dos internautas geraram uma série de memes sobre a situação e algumas críticas à organização do evento por ter aceitado um participante “branco” (veja ao final desta reportagem).

Rodrigo da Rocha durante ensaio fotográfico — Foto: Magno Silva/Divulgação
Rodrigo da Rocha durante ensaio fotográfico — Foto: Magno Silva/Divulgação

Representante da comunidade quilombola São João do Maruanum, onde tem amigos, Rocha contou que ficou chateado com a repercussão e até pensou em desistir do concurso. Porém, decidiu encarar as críticas.

“Vi muitos memes, muita gente me mandou pelas redes sociais. Eu não fiquei contente, mas resolvi levantar minha cabeça e seguir em frente no concurso. Não vou deixar me abater por essas críticas e dar esse gostinho para essas pessoas que estão fazendo tudo isso”, afirmou.

Criado no bairro Laguinho, tradicional reduto da comunidade negra em Macapá, o estudante do curso de fisioterapia justificou que carrega no sangue a miscigenação característica da cultura brasileira e, por isso, não se sente um “penetra” no concurso.

“Os meus avós por parte de pai são negros, nascidos no bairro Laguinho, eu tenho outros familiares que são também. E a minha mãe é branca. Então na minha família tem essa mistura de negros, brancos, pardos. Eu venho carregando essas descendências”, disse.

Rodrigo da Rocha, participante do concurso Mister Black Amapá 2021 — Foto: Victor Vidigal/G1
Rodrigo da Rocha, participante do concurso Mister Black Amapá 2021 — Foto: Victor Vidigal/G1

Ray Balieiro, representante da organização do Mister Black Amapá, detalhou que a seleção dos candidatos foi feita pelas redes sociais e através de convites. Mesmo sabendo que o tom de pele mais claro de um deles poderia causar polêmica, a decisão foi mantê-lo na disputa.

“O concurso abarca toda a comunidade afrodescendente. Muitos participantes têm familiares com tom de pele claro e escuro. O rapaz [Rodrigo] tem tom de pele claro, mas tem raízes negras também. Então ele vai continuar no concurso e vencerá quem merecer”, completou.

Concurso Mister Black Amapá

O evento acontece há dois anos, promovido por um grupo de amigos com a intenção de valorizar a beleza e oportunizar a inclusão social de jovens negros no mundo da moda.

Em 2021, o fim da disputa acontece no dia 20 de novembro na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), na Zona Oeste de Macapá. O primeiro colocado ganhará um prêmio de R$ 3 mil.

Veja os memes e críticas nas redes sociais:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.