34.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 3:49 pm

Pesquisa Fecomércio/AC: pelo menos 66% dos rio-branquenses devem presentear no Dia dos Pais

POR ASCOM

Última atualização em 02/08/2021 11:40

Ao menos 66% dos rio-branquenses devem presentear neste Dia dos Pais, celebrado no domingo, 8. A constatação foi do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, após pesquisa realizada entre os últimos dias 19 e 23 de julho junto a 100 consumidores. Ainda de acordo com o estudo, 28% dos entrevistados não se mostraram estimulados aos gastos e, 6% disseram estar em dúvidas quanto às compras.

Segundo o levantamento, 47% da população diz ainda estar insegura quanto à possibilidade de infecção pela Covid-19 em locais de aglomeração; outros 47%, no entanto, afirmaram entender que a quantidade de pessoas já imunizadas, além dos cuidados de distanciamento entre as pessoas e uso de máscara e álcool em gel, seriam restrições suficientes para assegurar tranquilidade.

A pesquisa avaliou, também, que 43% dos entrevistados foram unânimes quanto às intenções de compra de roupas; seguidos de 24%, que disseram preferir presentear com perfumes. Depois, 16% apontaram preferência para calçados e, 7%, em “óculos de sol”. Os 10% restantes afirmaram estar propensos à compra de celulares, camisas de time, materiais de pesca e outros.

A pesquisa indicou que 90% dos que teriam interesses em presentear devem comprar em lojas físicas e, 10%, em lojas online. Da parcela com preferência para lojas físicas, 57% reafirmaram interesse em compras no comércio do centro da cidade e 37%, no shopping da capital; 6% disseram que vão comprar em lojas de bairros.

Aproximadamente metade da população de Rio Branco (49%) com intenção de consumo para o Dia dos Pais afirmou que deve realizar gastos entre R$51 e R$100; outra, de 37%, entre R$101 e R$200. Desta forma, 86% dessa população se mostrou propensa a gastos entre R$51 a R$200. A população com gastos abaixo de R$50 ou acima de R$200 representou 14% da amostra analisada.

Comparativos com 2020 e formas de pagamento

Pelo menos 38% dos entrevistados admitiram gastos superiores aos realizados no mesmo período de 2020; para 25%, valores inferiores ao ano passado, já 21% considerou que os gastos devem ser iguais. Apenas 16% disse não saber.

Além disso, 75% dos entrevistados afirmou ter preferência para pagamento à vista; 25% disseram que pagarão de forma parcelada.

Motivos para não comemorar

Daqueles que afirmaram que não devem comemorar no próximo Dia dos Pais ou ainda está em dúvida, 62% alegaram, como motivo, insuficiência de limite financeiro, além de 26%, que afirmaram que não comemoraram definitivamente a data; e 12%, por motivo de desemprego.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.