24.3 C
Rio Branco
12 setembro 2021 4:33 am

Operação “Candeeiro”, da Polícia Civil, cumpre mandados no Acre, Espírito Santo e Rio de Janeiro

Durante o cumprimentos dos mandados de busca e apreensão em alvos de investigados da operação, foram presas duas pessoas em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo

POR ASCOM

Última atualização em 04/08/2021 13:21

Na manhã desta quarta-feira , 04/08/2021, em ação conjunta da Policia Civil do Acre, por meio da Delegacia de Combate a Corrupção (DECCOR) e Policia Civil do Espírito Santo/ES, por meio da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (DRACO) e Policia Civil do Rio de Janeiro aravés do 4º DPA, foi deflagrada a primeira fase da Operação “Candeeiro”.

Nesta fase da operação, em ação conjunta das policias civis do Acre, Espírito Santo e Rio de Janeiro, foi possível dar cumprimento a 23 (vinte e três) mandados de busca e apreensão, cujo intuito foi apreender documentos, aparelhos telefônicos e dispositivos de informática, que comprovem a existência de um grupo criminoso que foi montado para fraudar a execução de contratos licitatórios para substituição de lâmpadas à vapor de sódio por lâmpadas de Led e manutenção da rede de iluminação do Município de Rio Branco.

1ª fase da operação “Candeeiro”/ Foto: Ascom

A operação policial contou com mais de cento e trinta policiais e cinco delegados do três estados, em uma investigação que visa apurar crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro, associação criminosa, crimes de licitação e outros.

Todos os 23 mandados de busca e apreensão fora expedidos pela justiça do Acre requeridos pelo Delegacia de Combate a Corrupção (DECCOR) e visam investigar crimes oriundos de denuncias de fraudes em licitações e execução de serviços.

Operação ocorreu no Acre, Rio de Janeiro e e Espírito Santo/ Foto: Ascom

Os mandados, somente de busca e apreensão, chancelados pela Justiça do Acre, foram cumpridos na capital Rio Branco e nos municípios de Epitaciolândia e Brasileia, além dos municípios do Espirito Santo de Vitoria, Serra e Colatina; e no Rio de Janeiro na capital e em Arraial do Cabo, com intuito de colher elementos comprobatórios que fomentarão o inquérito investigativo.

Durante o cumprimentos dos mandados de busca e apreensão em alvos de investigados da operação, foram presas duas pessoas em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

A Polícia Civil do Acre agradece as policias dos Estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro pela parceria e engajamento no cumprimento das ordens judiciais da operação “Candeeiro”.

O nome da operação faz referência ao antigo instrumento de iluminação/ Foto: Ascom

O nome da operação faz referência ao antigo instrumento de iluminação, em referência ao fato de que os investigados, ao contrário do que deveria acontecer, com suas ações deixaram de modernizar a iluminação pública e trouxeram danos milionários aos cofres públicos municipal.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.