25.3 C
Rio Branco
3 setembro 2021 9:04 am

Se não convocar cadastro de reserva, Gladson terá “7 mil cabos eleitorais contra ele”, diz deputado

"Olha só, quantos cabos eleitorais vão ter contra o governo no próximo ano", alerta Neném Almeida

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

O deputado Neném Almeida (Podemos), mais uma vez levantou sua voz na Assembleia Legislativa do Acre, durante sessão desta quarta-feira (4) para se colocar ao lado do cadastro de reserva da Polícia Militar.

Segundo o parlamentar, Gladson Cameli prometeu, durante toda a eleição que convocaria todos do cadastro de dos concursos do Idaf, Educação e polícias Civil e Militares e agora, descumpre sua promessa.

Almeida disse que nas eleições para Governo em 2014, que foi levada ao segundo turno, Tião Viana (PT) venceu o adversário Marcio Bittar “por pouco mais de 2 mil votos”, citando este exemplo, ele lembrou ao governador que se não cumprir sua promessa ao cadastro de reserva, “vai ter aí por baixo, no mínimo, de 6 a 7 mil pessoas envolvidas”, referindo-se ao familiares do cadastro de reserva. “Olha só, quantos cabos eleitorais vão ter contra o governo no próximo ano”.

Almeida diz que gosta de Gladson, mas segundo ele, precisa cobrar: “Ano que vem não é apenas a sua eleição não, é a minha também e se eu não fizer meu papel aqui de lhe cobrar e fazer justiça, serei cobrado na urna também”, justifica.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.