41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 1:13 pm

Técnico do Palmeiras quebra silêncio sobre situação do goleiro acreano Weverton e explica trocas no time

O treinador, que reclamou bastante da arbitragem no Mineirão, abriu o jogo sobre o goleiro titular, que precisou ser substituído; o português ainda apontou o motivo para as mudanças no intervalo

POR BOLA VIP

Última atualização em 15/08/2021 09:30

O Palmeiras foi até o estádio Mineirão, em Belo Horizonte, na noite do último sábado (14), e acabou derrotado por 2×0 para o Atlético-MG em um confronto cercado por polêmica. Ainda na primeira etapa, o volante Patrick de Paula acabou expulso pela arbitragem. Com um a menos, o Verdão não conseguiu buscar o resultado e viu Weverton dar um susto.

No lance do segundo gol do Atlético-MG, o goleiro chocou a cabeça com a perna do atacante Savarino e ficou caído no gramado. Após um longo período de atendimento, Weverton precisou ser substituído por Jailson. De olho no clássico de terça-feira (17) com o São Paulo, pela volta das quartas de final da Copa Libertadores da América, o técnico Abel Ferreira atualizou a situação.

“Num primeiro momento, ele (Weverton) ficou com a visão um pouco turva e tonto. Mas já está recuperado e bem. Podemos contar com ele para o próximo jogo”, garantiu o comandante português, que explicou as mudanças no time. No retorno do intervalo, Luan, Zé Rafael, Danilo Barbosa e Rony entraram nas vagas de Gustavo Scarpa, Gabriel Veron, Wesley e Willian, respectivamente.

“Depois do que vi na primeira parte, sabendo o adversário que jogávamos e tendo jogo daqui a três dias, o esforço que teríamos de despender para os que estavam dentro e daqui a três dias temos um jogo decisivo, tomei a decisão de fazer as quatro trocas por gestões físicas e por saber que seria muito difícil conseguirmos dar a volta no resultado conforme aquilo que vi na primeira parte. As trocas foram neste sentido, de deixar a equipe mais compacta, mais alta para tentar um gol em bola parada”, comentou.

Sem muito tempo para descanso, Abel Ferreira garante que acredita em seu grupo. “Os jogadores sabem o quanto eu confio neles e o quanto nos preparamos mentalmente”, destacou o português. Com o 1×1 no Morumbi, o Palmeiras poderá até empatar por 0x0 no Allianz Parque para garantir vaga na semifinal da Libertadores.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.