41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 11:16 am

Tom de voz do namorado teria provocado ataque de pitbulls a mulher em chácara

Marli, de 53 anos, morreu após ser atacada por seis cães da raça pitbull.

POR IG

Última atualização em 09/08/2021 10:50

A Polícia Civil de São Paulo segue investigando a morte de Marli Donegá Tizura, de 53 anos, após ela ter sido atacada por seis cães da raça pitbull na chácara onde o namorado trabalhava como caseiro, em Birigui, interior de São Paulo. Marli conhecia os animais que eram criados pelo namorado.

Na noite do dia 21 de julho, o casal saiu acompanhado de um amigo. Eles foram a uma pizzaria da cidade. Na volta, Marli e o namorado voltaram de carro. Os três pitbulls adultos e os três filhotes não haviam sido alimentados e ficaram ouriçados com o cheiro que vinha da caixa de pizza que Marli segurava.

Os animais estavam soltos porque só eram presos quando chegava alguém estranho, que não tinha contato com eles. Segundo o delegado Nilton Marinho, os cachorros cercaram Marli e ficaram com as patas erguidas ao lado dela. A mulher ergueu a caixa de pizza para que os animais não pegassem.

Voz do namorado pode ter causado o ataque

De acordo com o delegado responsável pelo caso, os cães teriam estranhado a voz de comando do caseiro. Ao tentar afastar os animais da namorada, com medo de que ela fosse atacada, o caseiro agiu de forma mais ríspida e acabou provocando os cães sem querer.

“Naquele momento de desespero, (o caseiro) acabou se exaltando, erguendo o tom de voz, com medo de que os animais atacassem a Marli”, disse o delegado, após ouvir o caseiro. O homem foi atacado pelos pitbulls, se escondeu dentro da casa e foi socorrido. Ele ficou mais de 10 dias internado. Marli não conseguiu escapar e foi morta pelos animais.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.