35.3 C
Rio Branco
14 setembro 2021 4:22 pm

Vereadora Michelle Melo avalia gestão de Bocalom: “Inapta, fraca e politiqueira”

A vereadora também falou o que pensa sobre a gestão da Saúde no município de Rio Branco durante a pandemia da Covid-19

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 29/08/2021 17:36

Vereadora mais votada nas eleições de 2020 e exercendo seu primeiro mandato, Michelle Melo (PDT), que também é médica e servidora pública do estado, é ainda vice-presidente da Câmara Municipal de Rio Branco e tem sido uma das parlamentares mais atuantes em Rio Branco. Ela é a responsável pela abertura da CPI do Busão, e levou centenas de indicações à Câmara no primeiro semestre.

Melo foi recebida nos estúdios do ContilNet onde falou sobre as expectativas na instalação da CPI do transporte público, falou dos atritos com o secretário de Saúde, Frank Lima e outros assuntos.

Michelle Melo foi a vereadora mais votada de Rio Branco nas últimas eleições/Foto: cedida

A vereadora fez uma avaliação da gestão da Saúde no município de Rio Branco durante a pandemia da Covid-19 e foi enfática: “Esses disse-me-disse do Frank só mostram que quando chega-se nesse argumento é porque não tem capacidade técnica necessária para fazer aquilo que é preciso fazer numa Saúde, que é uma pasta complexa, em uma pandemia que é complexa”, disse.

Sobre o prefeito Tião Bocalom (PP), Michele avaliou que a gestão dele é “frágil e inapta, esperava mais dele, mas vejo uma gestão politiqueira e fraca”.

A vereadora também falou sobre os casos de assédio sexual envolvendo Frank Lima e o pedido de impeachment do Tião Bocalom, que foi protocolado na Câmara Municipal de Rio Branco esta semana e tem previsão de ser votada na próxima terça-feira (31).

Confira a entrevista completa:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.