41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 11:00 am

Xapuri: balsa será entregue pelo Governo do AC à comunidade local nesta segunda-feira

Enquanto governo não constrói ponte, moradores do ramal Tabocal contarão com equipamento improvisado

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 16/08/2021 14:49

Enquanto não cumpre a promessa de construção de uma ponte de concreto sobre o rio Acre e ligando o centro de Xapuri à localidade de Sibéria, do outro lado, o Governo do Estado entrega, nesta segunda-feira (16), à comunidade, um paliativo enquanto a obra definitiva não sai. A construção da ponte é uma promessa de campanha do governador Gladson Cameli, que não foi resgatada ainda por causa da pandemia do coronavirus, que obrigou ao Estado a rever todos os seus projetos de obras físicas.

A balsa permitirá a mobilidade dos moradores do Ramal do Tabocal na zona urbana do município, pelo Porto do Abdon

O paliativo para ajudar à comunidade é uma balsa que foi transportada durante uma semana pela BR-364, numa carreta. Inicialmente, foi trazida via fluvial do município de Marechal Taumathurgo para Cruzeiro do Sul e de lá, na semana que passou, chegou a Xapuri após cruzar todo o Acre, por via terrestre. “Em Cruzeiro do Sul nós a reformamos e a enviamos para Xapuri”, disse o diretor do Deracre (Departamento de Estradas e Rodagens, Aeroporto e Portos do Acre), Petrônio Antunes.

A balsa permitirá a mobilidade dos moradores do Ramal do Tabocal na zona urbana do município, pelo Porto do Abdon, na travessia sobre as águas do Rio Acre. O processo de transporte da balsa, que mede 15 metros de comprimento por 5 de largura, foi feito por meio de uma carreta-prancha, acompanhada de mais dois veículos que deram o apoio de segurança, no trajeto rodoviário entre as cidades de Cruzeiro do Sul e Xapuri.

“Todo o procedimento logístico para transportar a balsa pela via terrestre foi concluído com êxito. Agora estamos finalizando a recuperação da rampa de acesso e reforçando o solo com brita, para garantir melhor trafegabilidade à embarcação”, relata o diretor de Operações do Deracre, Ronan Fonseca.

Uma balsa que garantisse a segurança de motoristas e pedestres era uma antiga reivindicação dos moradores do Ramal do Tabocal. Para escoar seus produtos agrícolas, muitos colonos tinham que ir até a cidade de Brasileia para poder seguir até a parte central de Xapuri. As tratativas para atender essa demanda da comunidade foram feitas pelos deputados estaduais Antônio Pedro e Manoel Moraes, além de contar com a autorização concedida pelo governador Gladson Cameli ao Deracre.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.