33.3 C
Rio Branco
13 outubro 2021 12:28 pm

Após expulsão de reality, Nego do Borel está ‘triste e sem entender o que aconteceu’

POR EXTRA

Última atualização em 26/09/2021 17:05

Nego do Borel está triste e “sem entender o que aconteceu” para que fosse expulso do programa “A fazenda”, da Record TV. Acusado por estupro de vulnerável contra a modelo Dayane Mello, outra participante do reality show, o cantor é alvo de uma investigação da Polícia Civil de São Paulo e será intimado a depor.

A amigos e pessoas próximas, como apurou o GLOBO, o funkeiro não esconde que está muito magoado com o fato. Sem compreender o “motivo real” para a expulsão do programa, ele deseja “resolver a situação da forma correta”, como tem afirmado.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do artista, Nego do Borel contestará a acusação e contará a “verdade dele” por meio de vídeo em seu perfil nas redes sociais, na próxima segunda-feira (27/9).

Entenda o caso

A defesa de Dayane Mello, participante do programa “A fazenda”, alega que, após uma festa no reality na noite de sexta-feira (24/9), o cantor Nego do Borel deitou numa cama ao lado da modelo, que estava bêbada. Na ocasião, ela pediu que Nego do Borel se afastasse, mas ele teria tentado forçar um ato sexual, segundo representantes de Dayane. Outros participantes teriam falado para o cantor sair da cama da modelo (veja vídeo abaixo). No dia seguinte, Dayane afirmou que não se lembrava dos acontecimentos da noite anterior.

— Na visão de Nego, os dois estavam na festa, curtindo. Ela (Dayane) demonstrava carinho para ele, e vice-versa. Para Nego, eles se abraçaram na cama e não rolou nada oficial além daquilo. Dayane até deixou claro que tinha uma filha, e os dois só dormiram abraçados. Tudo acabou ali. É essa a visão de Nego — conta, ao GLOBO, uma pessoa próxima de Nego do Borel — Ele ainda está sem entender as coisas.

Os advogados de Dayane registraram a denúncia na Delegacia de Itapecerica da Serra (SP), onde o programa acontece, e apresentaram imagens gravadas para justificar a ocorrência. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o cantor. Após pedidos de patrocinadores e internautas, a Record TV decidiu pela expulsão de Nego do reality show.

Nego tem ‘mix de sensações’ e sorri ao lado da mãe

Os representantes jurídicos da Record TV e do cantor Nego do Borel estão em contato, ao longo deste domingo, para entender os desdobramentos do caso. O cantor ainda é contratado pela emissora, e só pode se pronunciar com a devida autorização da empresa.

Assim que deixou o confinamento no programa, Nego do Borel recebeu atendimento psicológico e foi medicado para que se acalmasse. Apesar do “mix de sensações”, como conta uma pessoa próxima ao cantor, ele conseguiu descansar e dormir.

O cantor Nego do Borel ao lado da mãe, Roseli
O cantor Nego do Borel ao lado da mãe, Roseli Foto: Instagram / Reprodução

No momento, Nego do Borel segue em casa, no Rio de Janeiro, ao lado da mãe, Roseli Viana Gomes. “Meus fãs, eu cheguei em casa e estou muito feliz. Vamos! Cheguei na coroa”, afirmou o cantor, sorridente, em vídeo ao lado da mãe, neste domingo.

Roseli, mãe de Nego, escreveu numa de suas redes sociais, também neste domingo: “Não teve abuso. Por favor. Não façam isso com as pessoas. A emissora está mostrando tudo para a gente. Tiraram o Maycon (nome real de Nego) apenas porque a emissora foi ameaçada de perder patrocinadores”.

Defesa de Dayane reage

A equipe da modelo Dayane Mello compartilhou um texto nas redes sociais e orientou mulheres a não deixarem de se pronunciar quando se sentirem injustiçadas:

“Justiça! Extremamente tristes por ter chegado ao ponto da integridade física da Dayane ter sido colocada em risco pelo participante em questão para que alguma atitude tenha sido tomada, mas aliviados por saber que isso não vai mais acontecer dentro do programa. Agora precisamos cobrar que a justiça seja feita aqui fora, não só pela Day, mas por todas as outras mulheres que já passaram por algum tipo de abuso. Aproveitamos o alcance desse assunto, para informar que, a cada 8 minutos uma mulher é abusada no Brasil. Existem redes para acolhimento e denuncia desse crime. Para esse tipo de situações, disque 180 (Central de Atendimento à Mulher). Mulheres, não se calem! Ergam suas vozes, denunciem, clamem por justiça”.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!