23.3 C
Rio Branco
24 setembro 2021 10:53 pm

Brasiléia e Epitaciolândia fazem carreata pacífica para comemorar o dia 7 de Setembro

POR O ALTO ACRE

Última atualização em 08/09/2021 13:37

De maneira pacífica e ordeira, dezenas de veículos realizaram uma carreata pelas principais ruas das cidades de Brasiléia e Epitaciolândia nesta terça-feira, 7 de setembro, dia em que se comemora o 199º dia da Independência do Brasil.

A concentração teve início por volta das 9h00 na parte alta da cidade de Brasiléia. Com bandeiras do Brasil, roupas em verde e amarelo, e palavras de ordem contra a atual política em que se encontra o País, e também de apoio ao presidente Jair Messias Bolsonaro.

Ao mesmo tempo em que as principais capitais do Brasil realizavam a manifestação, o itinerário da carreata passou pela Avenida Manoel Marinho Montes e Rui Lino, rumo a ponte José Augusto, que liga os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia.

Passando pela Rua Alexandre Esteves Filho e Santos Dumont, a carreata fez uma parada em frente ao quartel militar do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, localizado na rua Duque de Caxias, parte alta de Epitaciolândia. Foram cantados os hinos do Brasil e Independência saudando o Exército Brasileiro, sendo considerado pela maioria, a única instituição ainda tratada com seriedade no País.

“Dizer que estamos realizando atos antidemocráticos, conforme alguns meios de notícias, é um absurdo. Quando eles (opositores), promoviam manifestações com badernas, destruindo o patrimônio público e privado, além de atos vulgares em via pública, eram o quê, cultura? Pois estamos lutando por um País melhor para todos e sem desigualdade”, desabafou Antonio José, um dos manifestantes.

Após Epitaciolândia, a carreata terminou em Brasiléia, na Praça Ugo Poli, já com poucos participantes, onde registraram fotos em frente ao Fórum da Comarca do município. “O dia de hoje vai ficar registrado na história do País. O povo brasileiro mostrou que não quer um regime socialista e sim união entre os povos, para que possamos crescer ainda mais, mostrando para o mundo que somos fortes”, disse outro participante.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.